Barcelos na NET

Lista de jornais e sites de notícias portugueses sobre esportes, política, negócios, saúde, empregos, viagens e educação.

Pogba testou positivo para doping (testosterona): suspenso pelo Tribunal Nacional Antidoping

Pogba testou positivo para doping (testosterona): suspenso pelo Tribunal Nacional Antidoping

O francês, que já estava suspenso, testou positivo no final da partida entre Udinese e Juventus, partida do primeiro dia do torneio em que nem sequer entrou em campo.

Valério Piccioni

A Liga Italiana está novamente lidando com o doping. Num caso envolvendo um campeão mundial: Ontem à tarde, o Tribunal Nacional Antidopagem suspendeu Paul Pogba em prisão preventiva, depois de este ter testado positivo para testosterona sintética num teste realizado pelo Laboratório Antidopagem de Roma após o jogo Udinese-Juventus, que foi realizada em 20 de agosto. Em que os franceses não entraram em campo. Ciclos e Recursos: Há 22 anos, a mesma partida levou à desclassificação de Edgar Davids por uso de Nandrolona. Agora Pogba poderá pedir uma contraanálise, mas o oposto do primeiro teste é na verdade uma hipótese improvável. Caso o resultado seja confirmado, será aberto o procedimento padrão: investigação pela Promotoria Antidoping – demissão, delação premiada ou encaminhamento – possibilidade de processo desportivo perante a TNA.

Voluntário ou não

O risco máximo de desqualificação é assustador: quatro anos, sendo a idade um golpe mortal para uma carreira de “polvo”. Isso será reduzido pela metade em caso de “não intencional”. Mas este não é o momento de nos lançarmos em expectativas. Não devemos esquecer que há apenas um ano, depois de testarmos positivo para o metabolito Clostebol, da mesma família dos esteróides anabolizantes, o jogador da Atalanta José Luis Palomino foi inocentado pela TNA. Foi auxiliado neste caso pela jurisprudência que, no caso do metabolito Clostebol, por vezes aceitou a explicação para o uso de uma pomada terapêutica. Mas a questão continua em aberto: houve audiência no Tribunal Arbitral do Esporte e agora ele aguarda decisão.

READ  Zaniolo, treinando nas férias. Treinador: "Ele está em boa forma."

Retroativamente somente se…

Uma coisa sabemos com certeza: Pogba e Juventus não solicitaram isenção médica devido a um problema de saúde nas últimas semanas. Um comitê especial da Nado Italia, organização que administra as operações antidoping em nosso país, aprova ou rejeita o pedido. Parece que este mecanismo não foi ativado. Dependendo dos procedimentos estabelecidos para garantir o atleta, também poderá ser solicitada declaração retrospectiva, mas isso só acontece se for necessário “realizar tratamento de urgência ou urgência” ou “se não houve tempo suficiente, não houve possibilidade por motivo de outras circunstâncias excepcionais não foi possível. É possível apresentar o pedido antes da verificação.

“Avô” dos esteróides

Ou, finalmente, em “circunstâncias raras e excepcionais, dados os propósitos do Código da AMA, seria claramente injusto não conceder uma isenção retroactiva”. A decisão de “suspender” indica que não houve demanda nem no passado. Porém, a linha defensiva do jogador e do clube ainda não foi decifrada. Há meses, Pogba sofre uma série de lesões que o mantiveram fora de ação durante a maior parte da temporada, obrigando-o a perder o encontro com a seleção nacional para a Copa do Mundo do Catar. No comunicado de imprensa da Tna, também foi feita referência a um ensaio IRMS (espectrometria de massa) que deu resultados “consistentes” com o primeiro resultado analítico. A testosterona é uma espécie de “avô” dos esteróides, mas seu uso tem sido desencorajado nos últimos anos/décadas devido à capacidade dos sistemas de controle de identificar a substância. A substância pela qual Alex Schwatzer ainda é desqualificado, numa história polémica que viu as autoridades desportivas (WADA e a IAAF sempre confirmarem a sua culpa) e as autoridades judiciais (o juiz de instrução de Bolzano, Walter Bellino, salvou a posição do caminhante “por não ter cometido o crime” afirmando também a hipótese de manipulação (com alto grau de credibilidade racional).

READ  Mourinho: "Muitos erros, se eu fosse Zaniolo, pensaria que seria difícil para ele jogar na Liga italiana"

“anomalia”

Em sua famosa confissão a Oprah Winfrey, Lance Armstrong também admitiu usar EPO, bem como testosterona. Nos casos de futebol, existem poucos precedentes. Não na Liga Italiana. Para encontrar um caso recente é preciso ir a África: há um ano, a FIFA excluiu o jogador internacional Sabri Ali Mohamed por quatro anos. Voltando um pouco atrás, podemos lembrar que em 2015, um estudo realizado com 879 jogadores da Liga dos Campeões do período 2008-2013 destacou “valores anormais” de testosterona em 7,7% dos indivíduos autocontrolados. No entanto, a UEFA afirmou não haver certeza sobre a origem estrangeira da substância, concluindo que “não se trata de doping”. Agora essas duas palavras, futebol e testosterona, estão mais uma vez interligadas no nome do melhor jogador do mundo. Há meses, Pogba corre atrás de um jogo para jogar na íntegra: mas agora, terá que disputar uma partida fora do campo de futebol.