Barcelos na NET

Lista de jornais e sites de notícias portugueses sobre esportes, política, negócios, saúde, empregos, viagens e educação.

Na Sardenha para celebrar a cultura milenar do atum

Na Sardenha para celebrar a cultura milenar do atum

Em Carloforte, na ilha de San Pietro (Su), realiza-se uma das últimas pescarias de atum em actividade no Mediterrâneo, uma tradição centenária honrada por um evento já conhecido em todo o mundo gastronómico e vínico. Em seguida, retorna à sua décima nona edição Jerotonocom um programa agitado que gira em torno do fato de que este precioso produto do mar.

Entre espectáculos de cozinha com grandes chefs, degustações, encontros e momentos de puro entretenimento, o concurso do atum será o ponto fulcral de todo o evento: uma competição gastronómica entre chefs de 6 países que irão competir entre si com pratos da mais alta qualidade.

Federico D’Urzo, da Itália, alinhou no Cagliari. «Em Berlim, aos 24 anos, começou a minha paixão pela cozinha – explica Durzo, nascido em 1994 – mas com muitas saudades de casa, decidi regressar e através da Roberto Pizza Academy desembarquei em Alghero, na cozinha de Cristiano Andreini .

Este último abriu-me um mundo associado à utilização de produtos sazonais e à valorização das matérias-primas. De lá, viajei para o México, onde expandi novas técnicas culinárias e aprendi sobre novos alimentos. Na Itália, desenvolveu uma nova paixão, entrando na cozinha do Reale Casadonna e assumindo o papel de gerente no jogo da panificação. No entanto, o convite para a Sardenha foi muito solene e depois de passar muitos anos no exterior, decidi voltar e fincar raízes aqui.

Frederico Durozo

Com ele na equipa está Simona Palia, 27, natural de Sant’Antioco, em vigor no Restaurante Da Achille, chef e mecenas Achille Pinna. “Estudei na Academia Roberto Petza e foi assim que tudo começou”, diz Balia. “Adoro provar novos sabores e a minha terra, por isso gosto de misturar a cozinha tradicional da Sardenha com pratos internacionais.”

READ  Vários compromissos no concelho no primeiro domingo de junho
Simona Palea

Lola Macaroff está de volta à disputa pela Argentina: Nascida em Buenos Aires e criada em Formosa, Lola frequentou uma das escolas de culinária mais importantes da América do Sul. Depois de comandar as cozinhas do Don Juan, primeiro restaurante argentino de Milão, até junho do ano passado, Lola agora trabalha como chef advisor de restaurantes, projetos e eventos.

Se não fosse Makarov

O Japão será representado por Roberto Okabe. Nascido em São Paulo, filho de pais japoneses, tanto que se descreve como “hardware japonês, software brasileiro”, trabalhou na Itália desde 1997 na cozinha de um histórico restaurante japonês e abriu seu primeiro restaurante dois anos depois. Kaiten sushi Na Itália. A verdadeira virada veio em 2004 com o nascimento do The Finger, um dos melhores restaurantes japoneses de Milão.

Robert Okabe

Para o Marrocos, teremos M Bark Belmissi e Jawad Sarih, ambos Chef de Partie no restaurante Four Seasons Resort em Marrakech.

M Park Belmissy
Jawad Frank

O México se alinha, pela primeira vez na competição, com Diana Beltrán Casarubias, chef do La Cucaracha, o primeiro restaurante mexicano a abrir em Roma. Chef, na Itália desde 1987, é a referência gourmet da culinária mexicana em Roma também para o Turismo da Itália e possui diversos cursos de culinária. Com ela na equipe está Rodrigo Zepeda Sánchez, chef oficial da Embaixada do Marrocos em Roma.

Diana Beltran
Rodrigo Zepeda

Portugal, outra novidade, é representado por Marilia Oliveira, chef à frente d’O Boteco em Gênova, o primeiro restaurante liguriano-português da Itália. A cozinha de Marilia já ganhou muitos prêmios: além de sua recente entrada no Gambero Rosso Streetfood Guide 2022, como melhor comida de rua e melhor bacalhau frito da Ligúria, conquistou uma vaga na final do Cuochi d’Italia durante o Mundial 2020.

READ  Tocatì 2023 terminou com muita diversão, participação e descoberta das tradições culturais portuguesas

marilia oliveira

Para além dos chefs concorrentes, o júri artístico contará também com a presença de importantes personalidades do mundo gastronómico. De fato, Chiara Massi estará à frente: blogueira gastronômica, apresentadora de TV, sommelier e consultora de comunicação gastronômica, ela também aproveitará a oportunidade para apresentar seu último livro dedicado às crianças, “Minhas receitas de contos de fadas. Lobos comedores de torta, princesas aventureiras, e pratos encantados.” Entre os jurados, encontraremos a presença familiar da diretora da Gastronomika e Scarpetta Mag Anna Brandoni, depois Giuseppe Carros, jornalista, sommelier e curador do Guia Gambero Rosso Vini d’Italia, e Roberta Garibaldi, presidente da Italian Food and Wine Tourism e professor de gestão de turismo na Universidade de Bergamo, Roberto Giacoppo, jornalista, escritor e apresentador do programa “Liberdade, Além das Fronteiras” da Italia 1, Gerardo Fedrigo Gaetani del Aquila d’Aragona (mais conhecido como Baro), especialista em vinhos, influenciador gastronômico e juiz em Cuochi e flames, Carlo Passera, editor-chefe Identità Golose, Marzia Roncacchi, jornalista da Tg2 e apresentadora da Tg2 Italia, e Cristina Vigi, jornalista à frente da Fuori Magazine, o projeto editorial Petra.

Os próprios visitantes da exposição poderão provar e votar nos pratos a concurso, adquirindo um bilhete de participação nos vários concursos internacionais ao custo de 20 euros e participando no seu próprio julgamento no Júri Popular.

Todas as datas no palco serão comandadas por Federico Quaranta, apresentador do Rai e voz do programa de rádio Decanter, juntamente com Valentina Caruso, jornalista da Sky Sports.

Mas a competição não é o único evento do Girotonno. Importantes chefs italianos revelarão seus segredos e curiosidades culinárias durante o Girotonno Live Cooking, eventos que dão ao telespectador a oportunidade de assistir ao vivo a preparação de deliciosos pratos e saborear o resultado. Entre os heróis deste ano estarão o chef de Carloforte Secondo Borghero, o mestre da cozinha de atum Luigi Pomata e o famoso chef japonês Haruo Ichikawa. Também estiveram presentes Pietro Parisi e Luca Bodo, Stefano Di Gregorio, chef residente do Saporie Lab de Milão, além de novos convidados como Nicola Rossi, chef executivo do Four Seasons Hotel Marrakech, o chef sardo Claudio Melis, um dos Estrela Michelin e chef influenciador Max Mariola.

READ  Estrelas vão às compras em Milão

Mas os momentos gastronómicos não se ficam por aqui: para além da Expo Village, a Exhibition Village foi montada no passeio e na Piazza Carlo Emanuele III para oferecer aos visitantes a oportunidade de fazer compras, todos os dias até à meia-noite. o protagonista de dois menus de degustação: um por 18€ que inclui uma primeira escolha entre tarte à Carloforte, pesto de lasanha e atum e uma segunda escolha. Entre o atum à Carlofort e a caponada do pescador, um prato por 11€ inclui um prato à escolha entre os quatro propostos.

Três apresentações gratuitas animarão o programa noturno do Girotonno. Na quinta-feira, 1º de junho, Nomadi subirá ao palco da etapa de revisão do “Live Tour 2023″ em que comemoram 60 anos de música, na sexta-feira, 2 de junho, será o papel de Uccio De Santis, protagonista do show ” Stasera con Uccio”, enquanto no sábado apresentará 3 de junho Film Raf, uma das mais belas vozes e assinaturas da discografia italiana.