Barcelos na NET

Lista de jornais e sites de notícias portugueses sobre esportes, política, negócios, saúde, empregos, viagens e educação.

O verdadeiro golpe para Rai? Deluca show

O governador da Campânia se soltou ao apresentar as mesas para enfrentar Mauro Corona

Lola
Falta um ano para que Carlo Ancelotti assuma oficialmente a seleção brasileira de futebol no cargo de comissário técnico, mas as críticas já começaram. Ataques importantes porque vêm de Luis Inácio Lula da Silva, e simplesmente de Lula, o Presidente da República que não escondeu a decepção com o técnico do Real Madrid: “Adoro Ancelotti, mas ele nunca foi técnico da Itália: por que não resolve o problema do seu país, que não participou das duas últimas edições da Copa do Mundo?”. Enquanto isso, o presidente Lula tenta reanimar a economia do país aprovando um plano que inclui estradas, pontes e barragens na Amazônia. É como dar “fogo amigo” aos pulmões verdes, alertam os cientistas: “A floresta tropical já é caracterizada pela seca e pelo desmatamento. Há o risco de um ponto sem volta”.
Cuide da Amazônia, não da Seleção

VINCENZO DE LUCA
Vincenzo De Luca desencadeado no novo show de horários de Rai em Nápoles não poupou os protagonistas de um de seus abandonos mais dramáticos: o abandono de Bianca Berlinguer e seu salvador Mauro Corona. Na conferência de imprensa, o governante da Campânia não se conteve e, comentando a mudança do apresentador para a Mediaset, usou tons sarcásticos: «Fiz uma reclamação: vi Berlinguer a sair de Rai. Agora, pensando em não poder ver aquele neandertal cuja transmissão foi apresentada, aquele homem das cavernas que se apresentou vestido de pastor afegão e um cameleiro iemenita, imagino que não teríamos mais aquela imagem de sofisticação e elegância.’ E concluiu: “Que sol lindo você lançou na Mediaset.”
Programa All de Luca

READ  Tenha cuidado porque máquinas de lavar, lava-louças e secadoras consomem mais energia devido a um simples erro que quase todo mundo comete

Elena Basílio
A napolitana, que tem uma longa carreira diplomática, Elena Basile representou a Itália como embaixadora na Suécia, de 2013 a 2017, e na Bélgica, de 2017 a 2021. Por motivos comerciais, esteve primeiro em Madagascar, Canadá, Hungria e Portugal. Aposentando-se a 1 de junho, após deixar o seu último cargo, o de Ministra Plenipotenciária no Ministério dos Negócios Estrangeiros e Cooperação Internacional, revelou nas redes sociais que é “Hypatia”, a conhecida colaboradora e apoiante da Rússia do Fatou Quotidiano. Ela foi acusada de escrever artigos de desinformação e propaganda pró-Rússia sob um pseudônimo. Farnesina imediatamente se distanciou: “As manifestações públicas da Dra. Basile em nada refletem a posição do Governo ou do Ministério das Relações Exteriores e, portanto, são expressas em caráter puramente pessoal”. Resta pesar, se não perplexidade, que um ex-embaixador (que até recentemente tinha acesso a material sensível) tenha escrito sob o disfarce de idéias emprestadas em favor de um país invasor cruel, como o enfraquecimento da ação diplomática e das alianças internacionais da Itália.
Embaixador traz dor

Hoje © Reprodução Reservada