Barcelos na NET

Lista de jornais e sites de notícias portugueses sobre esportes, política, negócios, saúde, empregos, viagens e educação.

Gaza Live – Netanyahu: “Espero receber em breve notícias sobre a libertação dos reféns.”  Hamas e Qatar: “Um acordo é iminente.”  Xi Jinping apela a uma conferência internacional de paz

Gaza Live – Netanyahu: “Espero receber em breve notícias sobre a libertação dos reféns.” Hamas e Qatar: “Um acordo é iminente.” Xi Jinping apela a uma conferência internacional de paz

Xi Jinping: O direito de existência da Palestina foi ignorado por muito tempo

A principal razão do conflito entre Israel e o Hamas “é que o direito da Palestina de existir e o direito do povo palestino de regressar foram ignorados durante muito tempo”. O presidente chinês, Xi Jinping, falando na cimeira virtual do BRICS, sublinhou que Pequim “fornecerá maior apoio e assistência ao povo de Gaza”. A este respeito, segundo os meios de comunicação oficiais, a China “apela à criação de corredores humanitários para proteger os civis”.

Putin: “É necessária uma catástrofe humanitária em Gaza e um cessar-fogo”

Uma “catástrofe humanitária” está a ocorrer na Faixa de Gaza e suscita “profunda preocupação”. Isto foi afirmado pelo presidente russo, Vladimir Putin, ao falar por telefone na cimeira dos BRICS. Putin acrescentou, citando agências russas, que era necessária uma trégua humanitária para libertar reféns e evacuar civis, mas apelou à comunidade internacional para coordenar esforços para alcançar um cessar-fogo e procurar uma solução política para o conflito israelita. Conflito Palestino.

Egito: “Estamos prontos para responder ao deslocamento forçado de Gaza”

“O que Israel está a cometer na Palestina representa uma ameaça à segurança egípcia, e qualquer deslocamento forçado da população da Faixa de Gaza representa uma ameaça clara ao Estado egípcio, e o Egipto não hesitará em usar todas as medidas para garantir a protecção e preservação de suas fronteiras.” Isto foi afirmado pelo primeiro-ministro egípcio, Mostafa Madboulya, durante a sua participação na sessão plenária da Câmara dos Representantes.

Netanyahu: Espero receber em breve boas notícias sobre os reféns

“Espero que recebamos boas notícias em breve” sobre os reféns: disse o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu durante uma reunião com uma unidade do exército. Quanto ao problema dos reféns, Netanyahu explicou: “Estamos a fazer progressos. “Não creio que seja necessário acrescentar palavras, nem mesmo neste momento.” No entanto, o primeiro-ministro reiterou que o primeiro objetivo de Israel continua a ser “destruir o Hamas”.

Netanyahu convoca gabinete de guerra sobre reféns

O gabinete de guerra israelense reuniu-se esta noite em Tel Aviv. A mídia local noticiou isso. Atualizações sobre o acordo para libertar reféns capturados pelo Hamas estão sobre a mesa.

Israel: Cinco membros do Hamas mortos no Líbano

Cinco palestinos do movimento Hamas foram mortos no sul do Líbano num ataque aéreo israelense. A mídia local noticiou este acordo, observando que os cinco estavam em um carro que foi atingido por um drone perto de Tiro. Outros meios de comunicação dizem que apenas um dos cinco era membro do Hamas. O carro foi atingido diretamente e os corpos carbonizados, conforme evidenciam vídeos que circularam nas redes sociais do local do ataque.

Egito: “Estamos trabalhando por uma trégua em Gaza”

Uma fonte egípcia de alto escalão confirmou hoje que o Cairo está a intensificar os seus esforços com todas as partes interessadas para alcançar uma trégua na Faixa de Gaza. A fonte acrescentou, em declarações exclusivas ao Cairo Channel, que a mediação egípcia visa estabelecer uma trégua humanitária e trocar reféns e prisioneiros entre as duas partes. Ontem à noite, o Ministério da Saúde palestino anunciou que o número de mortes palestinas subiu para 12.916, e o número de feridos subiu para cerca de 32.850 desde 7 de outubro.

READ  EUA, tiroteio do desfile de 4 de julho de Chicago

Hamas: Falta a aprovação de Israel ao acordo de trégua

Um membro do gabinete político do Hamas, Khalil Al-Hayya, disse, segundo a Al Jazeera, que ainda aguardam a resposta de Israel “ao acordo de trégua humanitária” depois de “a facção palestiniana já ter entregue a sua resposta ao Egipto e a Israel. ” O Estado do Catar”.

Catar: “Nunca estivemos perto de um acordo de reféns”

O Catar anunciou que as negociações sobre os reféns em Gaza chegaram ao “ponto mais próximo” de um acordo desde o início da guerra. O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores, Majid Al-Ansari, disse: “Estamos perto de chegar a um acordo”, acrescentando que as negociações atingiram uma “fase decisiva e final”.