Barcelos na NET

Lista de jornais e sites de notícias portugueses sobre esportes, política, negócios, saúde, empregos, viagens e educação.

Ficar muito tempo no trânsito deixa você estúpido, diz a ciência!

Ficar muito tempo no trânsito deixa você estúpido, diz a ciência!

Passar muito tempo no trânsito deixa você estúpido: um estudo canadense revelou que o trânsito prejudica algumas funções cerebrais, causando sérios problemas.

Fotografia de Legend Returns – Pixabay

O ritmo frenético da vida moderna tem levado à crescente dependência dos automóveis e ao consequente aumento do tráfego nas estradas. Enquanto o congestionamento passagem A mobilidade urbana sempre foi um desafio para a mobilidade urbana, e um estudo recente esclarece isso Efeitos negativos Isso pode ser tempo gasto no trânsito em nossos cérebros e nossas habilidades cognitivas.

Um estudo mostra que o trânsito deixa você estúpido

Ficar muito tempo no trânsito deixa você estúpido, diz a ciência!
Foto de xegxef – Pixabay

Um grupo de pesquisadores de Canadá Apresentei recentemente uma descoberta inovadora que destaca os efeitos da exposição de curto prazo à poluição do tráfego na função cerebral. Este estudo lança luz sobre uma ligação anteriormente não investigada entre qualidade do ar e cognição.

O principal objetivo da pesquisa canadense foi avaliar como isso aconteceuPoluição de veículos afetar um grupo de Áreas corticais conectadas ao cérebroQue desempenha um papel muito importante no processamento cognitivo, na memória e nas experiências emocionais.

Detalhes sobre o estudo

Os cientistas manifestaram a sua intenção de estudar os efeitos da poluição do tráfego na função cerebral humana, com especial atenção à exposição às emissões de diesel. Usando um método altamente inovador para avaliar a exposição aos gases de escape, os pesquisadores conduziram um experimento Com a participação de 25 pessoasCom compromisso prioritário com a preservação da saúde dos participantes.

Os sujeitos participantes do estudo foram submetidos a uma exposição curta, mas cuidadosamente estruturada emissões de gasóleoseguido por uma medição da atividade cerebral antes e depois desta exposição. Os resultados obtidos foram surpreendentes e alarmantes.

READ  Comparando ciência, política e sociedade civil - Informazioneonline.it

A análise dos dados revelou que uma breve exposição às emissões de diesel levou a: Diminuição significativa na atividade cerebral nos participantes. Em particular, foi observada uma diminuição na conectividade funcional entre diferentes regiões do cérebro, o que é crítico para o funcionamento normal do cérebro.

As implicações para o sistema cognitivo são importantes

Foi demonstrado que essas mudanças na atividade cerebral estão associadas a problemas relacionados à saúde Saúde psicológicaincluindo depressão, com diminuição da capacidade cognitiva. Esta situação levanta preocupações significativas sobre os efeitos da poluição atmosférica no processo de pensamento e na produtividade das pessoas.

É importante notar que o ensaio foi baseado numa amostra de apenas 25 indivíduos, o que pode limitar a sua representatividade estatística. No entanto, este teste, juntamente com um conjunto crescente de investigações epidemiológicas e estudos pré-clínicos que ligam a poluição atmosférica a várias doenças neurodegenerativas, parece fornecer provas sem precedentes dos efeitos directos da poluição atmosférica no cérebro humano.

Por enquanto, uma das medidas concretas que podemos tomar é garantir que o sistema de filtragem de ar dos nossos carros esteja nas melhores condições. Além disso, quando estamos dirigindo, podemos usar sistemas de navegação GPS para evitar áreas lotadas e, se possível, considerar escolher rotas menos movimentadas ao caminhar ou andar de bicicleta em ruas movimentadas.

Ficar muito tempo no trânsito deixa você estúpido, segundo a ciência: fotos e fotos

Passar muito tempo no trânsito deixa você mais burro, de acordo com algumas pesquisas científicas. Vimos muitos detalhes neste artigo, mas para uma exploração mais aprofundada sugerimos percorrer a galeria que criamos abaixo.