Barcelos na NET

Lista de jornais e sites de notícias portugueses sobre esportes, política, negócios, saúde, empregos, viagens e educação.

“Ele precisa de sustento para treinar.”

“Ele precisa de sustento para treinar.”

A greve de fome terminou Alicia Bevery. A mulher de 38 anos, condenada à prisão perpétua pelo assassinato premeditado de sua filha Diana, está atualmente detida na prisão de San Vittore e na segunda-feira, 20 de maio, tomou a decisão de parar de comer, o que seu advogado relatou no dia seguinte. Alessia Pontignani: “Ela está tão doente, está arrasada. Tudo o que ela faz é chorar, explicou ele.

A greve de fome parou

Poucos dias depois da decisão, segundo noticiou o “Quarto Grado”, Alicia Beveri pediu para poder se dedicar à academia uma hora por dia. Após obter a autorização, a presa volta a comer para poder se dedicar à atividade física e ao mesmo tempo fornecer o sustento necessário. De acordo com alguns relatórios internos citados pelo programa “Rate 4”, Alicia Beveri foi recentemente submetida a um exame psicológico, que não revelou nela um estado “anticonservador” nem revelou “arrependimento”.

Sozinha no mundo

Um dos psiquiatras que atendeu Alicia Beveri na prisão afirmou: “Acho que ela não consegue pensar na greve de fome, mas está em estado de depressão e reação diante de um duro julgamento por parte de todos. Perspectivas. Através deste processo ela percebeu que estava sozinha no mundo e que esta menina era talvez a única pessoa que poderia estar perto dela.”

© Todos os direitos reservados

Leia o artigo completo em
Leggo.it

READ  A receita da felicidade? Desista das redes sociais mesmo por uma semana: a ciência diz