Barcelos na NET

Lista de jornais e sites de notícias portugueses sobre esportes, política, negócios, saúde, empregos, viagens e educação.

“Djokovic? Não há doença que o impeça de tomar a vacina”

Djokovic? Não vamos brincar, ele não tem desculpaNão existe patologia que não permita a vacinação, mas que permita jogar tênis, além de ser a número um do mundo. ”É o que Michele Greu, Chefe de Anestesia e Terapia Intensiva do Hospital Rivoli, a face científica do Piazza Poletta, disse em entrevista ao Next. O médico rejeita veementemente a decisão da Federação Australiana Permitir que o jogador número um do mundo participe do Aberto da Austrália graças a uma isenção médica da vacina, que é obrigatória para entrar na Austrália.

“Na verdade, não há absolutamente nenhuma doença que impeça o uso da vacina. Vacino todo mundo, principalmente os fracos. Isso sem falar do campeão de tênis – continua Griew -. Uma doença que você exclui da vacinação? Vacinei milhares de pessoas em minha vida e nunca vi reações graves, o mínimo de mortes por vacinas. E eu sou uma pessoa que se alimenta muito. E todo mundo está vacinado. Para quem tem alergia grave, é possível avaliar uma estratégia de vacinação pessoal, como escolher outra tipo de vacina, por exemplo, Pfizer em vez de Astrazeneca, ou atrasando ao longo do tempo, mas a vacina Ele não tem absolutamente nenhuma contra-indicação para qualquer assunto. ”

“Se houver imunossupressão grave, como no caso da leucemia grave, onde a resposta imune é considerada nula, neste caso particular pode-se avaliar a hipótese de não vacinação, mas não porque a vacina seja perigosa ou contra-indicada, simplesmente porque seria ineficaz. Não vamos brincar. Se Novak Djokovic era o herói que deveria ser, ele tinha que dar o exemplo, ser vacinado e andar por aí com um cartão verde impresso nas costas “, disse ele.

READ  Spinaceto, protestando contra a evacuação do ginásio popular: Vivarelli o suspende