Barcelos na NET

Lista de jornais e sites de notícias portugueses sobre esportes, política, negócios, saúde, empregos, viagens e educação.

Boas notícias: este Mascioni 1911, cuidado com amor e eficiência, está de volta em casa

notícias. O aparelho voltou para casa Vicente Masioni Ref. 301 – 1911 Da Catedral de Finale Emilia no final de sua restauração e reconstrução no laboratório Azzio na província de Varese. O instrumento, muito danificado pelo terremoto que atingiu Emilia em 2012, passou por uma cuidadosa reconstrução das partes pneumática e acústica, destruídas pelo desabamento da abóbada acima. Os tubos danificados, que infelizmente não podem ser restaurados, foram reconstruídos de acordo com as medidas e características originais, assim como os sistemas estruturais, graças aos desenhos de construção da ferramenta no arquivo do fabricante.

os apoiadores. O que a Catedral de Milão, a Basílica de San Marco, a Basílica de Sant’Antonio di Padua em Pádua e Istambul têm em comum, a Basílica de San Gerlando em Agrigento, a Basílica de San Vittore em Varese e a Basílica de Santa Maria . Angeli e a Basílica Superior de San Francesco em Assis, a Catedral de Santa Maria del Fiore em Florença, a Sala Paulo VI na Cidade do Vaticano, a Basílica de Santa Maria em Tóquio? Dispositivo Mascioni. A Mascioni Casa d’organi é uma das fábricas de órgãos mais antigas da Europa, ativa desde 1829 e que, além da produção, está envolvida há anos na manutenção dos órgãos da Catedral de St. A história da fábrica de órgãos Mascioni está intimamente ligada à obra e à vida da família homônima que passou de pai para filho o amor por esta atividade. Giuseppe Mascioni, Conventuais, regressados ​​à sua pátria, Covio, em Entusiastas e conhecedores da música, aconselham um dos seus jovens sobrinhos, Giacomo, a dedicar-se à arte de construir o órgão”, refere a parte do site dedicada ao gênese e vida da empresa, da qual participaram seis gerações até a atual estrutura da empresa, dirigida pelos filhos de Eugenio, Enrico Masioni, Andrea e Giorgio.

READ  XPeng equipa o carro voador

o produto. Os órgãos são os instrumentos musicais mais complexos porque possuem uma ampla gama de sons e podem ser tocados de diferentes maneiras: com um teclado, com um pedal, com uma mão ou com uma combinação destes. Também pode ser tocada em uma ampla variedade de registros, permitindo a criação de sons muito diferentes; Com uma variedade de efeitos, como reverb, eco, tremolo; Com uma variedade de estilos, como clássico, jazz, rock e blues. Todas essas características fazem do órgão um instrumento musical muito versátil. Apesar dos recentes avanços técnicos, os princípios operacionais básicos do dispositivo permanecem praticamente inalterados desde sua descoberta há mais de 2.000 anos. Os órgãos de tubos tradicionais consistem em quatro partes principais: um teclado ou teclados e outros controles, tubos para produzir um tom, um dispositivo para fornecer ventos sob pressão e um mecanismo preso às teclas para trazer os ventos para os tubos. O instrumento básico consiste em um único conjunto, ou classificação, de tubos com cada tubo correspondendo a uma tecla no teclado ou manual. Os órgãos geralmente têm vários conjuntos de tubos (paradas) e podem ser tocados em vários teclados e uma pedaleira. Um aparelho de alta qualidade que se destaca pela qualidade sonora, versatilidade e durabilidade, oferecendo um som rico e profundo, e uma construção sólida e resistente, para que dure por muito tempo. Os órgãos de Mascioni são conhecidos por seu som único, criado pela combinação de tubos de órgão tradicionais com tecnologia digital moderna. A empresa também oferece uma variedade de opções personalizadas, permitindo que os clientes criem um órgão adaptado às suas necessidades específicas.

READ  Biden em crise aguarda ação do Fed - La Vos de New York

história dos membros. O órgão mais antigo conhecido era um órgão hidráulico do século III aC, uma invenção proto-grega, com o vento sendo regulado pela pressão da água. A primeira aparição conhecida de um órgão movido a fole foi quase 400 anos depois. Os séculos XV e XVI viram grandes desenvolvimentos tonais e mecânicos e o surgimento de escolas nacionais de construção de órgãos. Durante o Alto Barroco, o órgão alcançou sua maior fama e encontrou seu primeiro compositor em Johann Sebastian Bach (1685-1750). Nessa época existiam duas escolas principais de construção de órgão: a escola francesa, com seus coloridos tubos e booms, e a escola alemã e holandesa, com seus coros distintos. Após a morte de Bach, a construção de órgãos declinou gradualmente, especialmente na Alemanha e na Inglaterra, onde os órgãos construídos depois de 1800 eram de qualidade tonal cada vez mais baixa. O século XIX viu uma ampla disseminação de órgãos de palheta, como o órgão e o melodeon. Menores e menos complexos que os órgãos de tubos, permaneceram populares em residências e pequenos estabelecimentos até o início do século XX. O século 20 viu o ressurgimento dos ideais clássicos na construção de órgãos e a introdução do órgão eletrônico nos Estados Unidos em 1935, fornecendo uma alternativa barata e compacta, mas cujos sons imitativos nunca foram capazes de igualar. dispositivo de tubo.

o destinatário. A receita global esperada para este ano na indústria total de instrumentos musicais é de US$ 43 bilhões, e a taxa de crescimento anual até 2027 deve chegar a 8%. Por dentro, o futuro dos membros é brilhante, pois a tecnologia continua a evoluir e melhorar. Os membros digitais só crescerão em popularidade porque oferecem uma ampla variedade de vozes e recursos que podem ser personalizados para o usuário individual. Além disso, muitas igrejas e outros locais começaram a instalar órgãos híbridos que combinam tubos de órgãos tradicionais com tecnologia digital. À medida que a tecnologia continua a melhorar, os órgãos se tornarão mais flexíveis e poderosos, permitindo que os músicos criem sons únicos e bonitos. Há boas notícias ao nosso redor e é bom compartilhá-las conosco. Eles trazem uma sensação de esperança e otimismo em nossas vidas. Esperança de que as coisas vão melhorar e que as situações difíceis vão acabar. Isso nos ajuda a ver um futuro melhor e nos motiva a enfrentar os desafios que surgem em nosso caminho.

READ  Tem detalhes padrão e o custo fala por si

“…existe todo um mundo ao nosso redor
que trabalha todos os dias
E você não será capaz de parar
viva o mundo,
Você não contorna isso
Mas entre no mundo, vamos”E Matia Bazar, 1979.