Barcelos na NET

Lista de jornais e sites de notícias portugueses sobre esportes, política, negócios, saúde, empregos, viagens e educação.

Além – tempo

Além – tempo

“As alterações climáticas não provocam incêndios, mas podem causar longos períodos de seca e, quando surgem incêndios, ou quando alguém os inicia, torna-se um grande problema.” Paolo Sotocorona, meteorologista do La7, explica a relação entre o aquecimento climático, os incêndios e alguns fenômenos que se tornaram alarmantes como o “tornado de fogo”.

Uma massa de ar quente pára sobre a Itália: Sotocorona não vê o fim do verão

em O vídeo foi publicado no site Tg La7, O especialista exibe mapas dos incêndios florestais que atingiram o Canadá. Meses de grandes incêndios que registaram um fenómeno perturbador visto noutras ocasiões, mas aqui documentado com alguns vídeos: um redemoinho alimentado pelo calor dos incêndios, um “tornado de fogo”. “Ela se desenvolve em áreas onde há incêndios devido à forte subida do ar, neste caso devido ao calor gerado pelo fogo. Quando falamos de inferno, não é nada”, comenta Sotocorona, que mostra então a fumaça do canadense incêndios que eclodiram chegando para invadir o ar em Nova York.

Onda de calor africana e 40 graus novamente.  As temperaturas sobem

Em suma, “as alterações climáticas não são o problema de um país, são o problema de tudo porque somos uma aldeia global”, comenta o meteorologista, alertando: “Estes fenómenos são inicialmente mais prejudiciais para as pessoas próximas, mas aos poucos são prejudicial.” “Os danos estão a ser causados ​​a todo o mundo. As alterações climáticas não afectam apenas a temperatura ou as chuvas, afectam tudo, directa ou indirectamente, e esta não é uma boa perspectiva.”

READ  Ucrânia, cobertura ao vivo - Putin visita o front em Kherson e Luhansk. Acordo de trigo entre Kyiv e Varsóvia