Barcelos na NET

Lista de jornais e sites de notícias portugueses sobre esportes, política, negócios, saúde, empregos, viagens e educação.

“A ciência é um grande recurso para a construção da paz”

“A ciência é um grande recurso para a construção da paz”

Compartilhamos o conteúdo da mensagem de vídeo do Papa Francisco por ocasião do encontro de estudiosos de Teramo promovido pela Diocese de Abruzzo. Sua missão é formar novas gerações, construtoras da paz em um mundo que, após uma pandemia, tem a oportunidade de repensar a relação entre ciência e sociedade.

Michel Raviart – Vaticano

Encontrar cientistas “é um grande presente de esperança para a humanidade”, porque “nunca antes foi sentida a necessidade de relançar a pesquisa científica para enfrentar os desafios da sociedade contemporânea”. Para alimentar o desejo de conhecimento escondido no coração de cada homem e mulher encíclica todos irmãosÉ necessário, portanto, que “a pesquisa científica coloque seus indicadores a serviço de todos, e busque sempre novas formas de cooperação, troca de resultados e construção de redes”.

Não há conflito entre fé e ciência

Com estas palavras, o Papa Francisco dirigiu-se aos estudiosos e autoridades acadêmicas reunidos na Universidade de Teramo por ocasião do encontro internacional “Ciência para a Paz”, organizado por ocasião do jubileu de San Gabriel, cujo refúgio está localizado nas encostas de o grande. Sasso, onde estão localizados os Laboratórios Nucleares de Física Nuclear.

Encontro promovido pela diocese de Teramo, que está particularmente satisfeita com o Papa, porque ele testemunhou que “não pode e não deve haver conflito entre fé e ciência”.

Repensando a relação entre saúde e família

Sem descurar o perigo de que “o progresso científico é a única abordagem possível para compreender um aspecto da vida, da sociedade e do mundo”, Francisco afirmou ainda que, devido à pandemia, é necessário estabelecer uma nova relação entre a ciência e a sociedade.

Vivendo em uma emergência sanitária, de forma mais ampla e urgente; Exortou o cientista a repensar as perspetivas de prevenção, tratamento e regulação da saúde, tendo em conta as implicações antropológicas relacionadas com a sociedade e a qualidade das relações entre famílias e, sobretudo, entre gerações.

READ  O evento que combina pesquisa e objetivos sociais - Corriere.it

“Não há conhecimento científico”, na verdade, “você tem que andar sozinho e se sentir autossuficiente”. Assim, a realidade histórica “Deve ser enfrentado na pluralidade de saberes que contribui em suas peculiaridades para o crescimento de uma nova cultura capaz de construir a sociedade por meio da promoção e do desenvolvimento da dignidade de cada homem e mulher”.

Treinando a nova geração

Ao agradecer os convidados do encontro e “a todos os homens e mulheres que se dedicam à investigação científica”, o Papa Francisco fez uma menção especial ao professor italiano Antonio Zesici, que foi homenageado durante o evento “que continua a dedicar a sua vida ao desenvolvimento da ciência e da formação das novas gerações ”. Este último é uma tarefa importante para o desenvolvimento da ciência:

“Peço-lhe que acompanhe a formação das novas gerações, ensinando-as a não temer as durezas da pesquisa. O professor também permite o exame: infunde em cada pessoa a certeza de que quando se busca com sinceridade se encontra a verdade. discípulos do conhecimento, e vocês, queridos estudiosos que são educadores de uma nova geração de pacificadores

Crie um novo link social

A ciência é, de fato, “um grande recurso para a construção da paz” e, portanto, a tarefa do mundo é “considerar como criar um novo vínculo social” e se comprometer “a aproximar a pesquisa científica de toda a sociedade, do local ao internacional, e juntos podemos superar qualquer conflito. ”