Barcelos na NET

Lista de jornais e sites de notícias portugueses sobre esportes, política, negócios, saúde, empregos, viagens e educação.

Respeito pela arquitetura e pela história, segundo Jono Mendes Ribeiro

Foi João Mendes Ribeiro, Com um atelier no arquitecto português Coumbra, o primeiro protagonista do Thinking Warrior – Visionare, uma edição de revisão da Ordem dos Arquitectos do Guerreiro de 2021 organizou encontros e testemunhos, que tem inspirado dezenas de arquitectos. No mundo todo.

Galeria de fotos

Jono Mendes Ribeiro, o arquitecto português da Villa Pansa, o protagonista de Thinking Versus – Wisner, 4 de 26

De facto, no habitual salão de Villa Bansa, onde se realizam reuniões há muitos anos, também havia espaço físico para quem quisesse assistir à reunião enviado via webinar. Nesse momento Mendes Ribeiro falou não só para os arquitetos, mas para um tópico consultivo.Arquitetura suave“Respeita a história de um lugar e a atualiza sutilmente.

Este é o ponto fulcral da obra do arquitecto português, que definiu esta expressão: “Um lugar, contexto e arquitectura pré-existente não sentem necessidade de conjugar o que existe com o gesto contemporâneo, tem de se afirmar mais do que já existe. “

“Misericórdia parece um valor perdido, mas há uma necessidade séria de ver e experimentar compaixão e emoção, calor e surpresas calorosas – comentou o chefe do Architects’ Row no início da sessão. Elena Brusa Páscoa – Vale ressaltar também que o encontro acontece em uma sala construída como sala de jantar pelo arquiteto Cononica em 1830. As pessoas se sentam juntas e conversam sobre cultura e negócios e enriquecem esta casa como amigos.

Jono Mendes Ribeiro, o arquitecto português da Villa Pansa, o protagonista de Thinking Versus - Wisner,

Elena Brusa pasquè Fotos da noite em seu discurso Stefano Anzini

Mas quão importante é viver e trabalhar em Portugal para ter este tipo de sensibilidade para a arquitectura? “Mais do que Portugal, é por isso que me refiro à arquitectura do Porto. Estudei na Escola do Porto, onde são colocadas figuras de goma. Eduardo Soso de Mora e Fernando Dovora: Este último lembrou especialmente a importância do lugar e da história que se vai construindo em torno dele. Este é um pensamento muito preciso que caracteriza uma escola bem definida ao invés de um país inteiro. Escola pequena, a arquitetura é gerida de uma forma, ainda se pode dizer “artesão” onde se desenha muito, mas acima de tudo se trabalha para saber onde trabalhar.

READ  Novas vítimas foram tratadas. Quais medicamentos usar

Segundo Mendes Ribeiro, a arquitectura: “É a oportunidade de expressar, expressar e compreender bem a história. Não se constrói na antiguidade para o presente e para o futuro. Resume toda a história. Pensar na arquitectura de uma forma contemporânea está ligado ao tema de recuperar e intervir na história ao invés de criar algo completamente novo.

Jono Mendes Ribeiro, o arquitecto português da Villa Pansa, o protagonista de Thinking Versus - Wisner,

Foi neste contexto que chegou Villa Bansa, feita em conjunto com uma linha de arquitectos da Variety antes do encontro, que foi racionalizado e traduzido. Barbara Piconi e Presidente da Francesco (Na foto acima com o convidado), Houve também uma inspiração: “Villa Pansa foi uma surpresa muito interessante, sobretudo por esta conversa entre o edifício histórico e a coleção de arte contemporânea – explicada pelo arquitecto português – há também um diálogo entre o residencial, o doméstico e o local. Novo uso de museus de arte contemporânea: mais reconhecíveis no espaço Entre objetos colocados em exposição com espessura devido ao tempo.

João Mendes Ribeiro Apresentou dois trabalhos ao público na Vorússia: “Relacionados com um determinado contexto histórico – explica – trata-se, na verdade, de um edifício da época romana, os balneários Chao Pedro do Sulin, que têm uma história particular. Significância. Em segundo lugar, um natural elemento, a crescer à volta de um castanheiro Há uma intervenção muito pequena, quase medieval, temporária. História e lugares de sacralidade natural: “Mas também trato da história mais recente: uma das minhas obras é uma intervenção nos Açores, uma antiguidade fábrica de álcool e tabaco e um centro de arte contemporânea construído em torno dela. “

Veja Variedade Pensamento: João Mendes Ribeiro

Termo de São Pedro do Sulin

C e João Mendes Ribeiro

João Mendes Ribeiro é arquitecto e docente: licenciou-se na Universidade do Porto em 1986 e concluiu o doutoramento em 2009 na Universidade de Coimbatore. Desde 1991, ele leciona design no departamento de arquitetura da Faculdade de Ciência e Tecnologia da Universidade de Coimbatore.

READ  O menino desaparecido estava morto no lago

Seu trabalho ganhou inúmeros prêmios: entre outras coisas, ele foi nomeado para o Prêmio da União Europeia de Arquitetura Contemporânea – o Prêmio Mice van der Rohe para 2001 e 2015, e o Prêmio Internacional DOMUS de 2017 para Restauração e Preservação. Foi finalista do RIBA 2016. Prêmio Internacional e Prêmio FAD em 1999, 2001, 2002, 2006, 2012, 2017 e 2018.

Seu trabalho foi amplamente documentado em publicações nacionais e internacionais: da Argentina à China, da França a Hong Kong, do Japão aos Estados Unidos.

O encontro, que contará com a apresentação de alguns de seus principais trabalhos, terá lugar na quinta-feira, 4 de novembro, às 19h, em Villa Panza, com a presença de um máximo de 120 pessoas pela primeira vez: mas ele terá a possibilidade de o seguinte no webinar. Em ambos os casos, o registro é necessário, Para preencher aqui.