Barcelos na NET

Lista de jornais e sites de notícias portugueses sobre esportes, política, negócios, saúde, empregos, viagens e educação.

Quando isso acontece, quanto tempo dura e como intervir

O Hipoteca Surgiu recentemente porque Decreto Millbroug Ele ordenou uma moratória até 30 de junho de 2021. Além disso, entre as consequências potenciais da crise da pandemia estará um aumento das execuções forçadas, mas precisamente devido a dificuldades econômicas objetivas, pelo menos por enquanto, não será assim.

Mãe O que é uma hipoteca? É regido pelo Código de Processo Civil do art. 555 ao art. 598, e sem uma definição precisa, pode-se, sem dúvida, ressaltar que se enquadra nas formas gerais de execução forçada, ou seja, aquelas que permitem ao credor a recuperação do crédito contra a vontade do devedor.

Especificamente, é um ato de execução forçada com o qual você pode Pose, De forma obrigatória, os bens que integram o património do devedor, e a sua conversão em dinheiro a remeter aos credores.

Neste artigo, tentaremos esclarecer três aspectos da execução hipotecária: Quando isso acontecerQuanto tempo vai durar e como intervir.

Foreclosures: Quando ocorrer

O Hipoteca Diz respeito a todos os bens imóveis referidos no artigo 812.º do Código Civil e, portanto, não apenas edifícios ou outras construções, mas também terrenos (bem como nascentes, cursos de água, árvores, moinhos, etc.). Isso só pode ser feito com um arquivo Título executivo Aquele que atesta a existência de um direito do credor com certos meios e devidos, que é:

  • Sentença que condena o devedor a pagar uma quantia a favor do credor;
  • Ordem judicial emitida por um juiz;
  • Contas ou cheques
  • Atos recebidos por um tabelião público ou qualquer outro funcionário público em que as obrigações financeiras de uma pessoa são determinadas.

Esses, no entanto, são apenas edifícios. senão Condição não E a Notifique o devedor Do título executório e do princípio conexo, ou seja, a ordem de cumprimento da obrigação decorrente do próprio endereço em prazo geralmente não inferior a dez dias.

Para fugir do “direito” e voltar aos exemplos práticos, quem contrai uma dívida e não quer ou não tem condições de saldá-la corre o risco de execução hipotecária de sua propriedade (seja ela de casa, terreno ou outro) no momento da dívida está legalizado. Infelizmente, os dois casos mais comuns são: Incapacidade de fazer pagamentos de hipotecas Isso estimula o banco a reivindicar seu crédito até o acompanhamento do pedido de hipoteca sobre o imóvel (mesmo que seja a primeira casa), e Incapacidade de pagar impostos devidos à agência de receitaAo contrário dos particulares, não podem intervir na primeira casa se for o único imóvel do devedor que aí vive ou, em qualquer caso, se estiver em dívida inferior a 120.000 euros.

Hipoteca: procedimento, duração e custos

O Hipoteca É um procedimento muito longo e oneroso, tanto que em muitos casos é aconselhável evitá-lo, especialmente quando ambas as partes são pessoas singulares (cidadãos) e não pessoas jurídicas (bancos, empresas, etc.). O credor poderá requerer a penhora no prazo de noventa dias a contar do final dos dez dias subsequentes à notificação da liminar a que aludimos no parágrafo anterior.

READ  Imposto corporativo global: os países que correm o risco de nos perder

O início do procedimento é dado porEscritura de hipoteca A ser entregue directamente ao devedor ou, juntamente com a transcrição utilizada para a transcrição, ao registo que informará o devedor: deve conter a indicação exacta dos bens e direitos imobiliários, incluindo dados cadastrais. A partir daí, é depositada no cartório de registro de imóveis uma cópia do contrato e, decorridos quinze dias a contar da notificação da escritura de penhora, o credor poderá proceder ao depósito da nota de matrícula no cartório do tribunal competente.

Outras etapas (com prazos relativos) que devem ser respeitadas são a notificação dos credores cadastrados, ePedido de venda do bem proibido Os documentos de vistoria são apresentados, mas apenas após a sessão de comparecimento, e na ausência de oposição, o juiz pode determinar a venda do imóvel (com ou sem feitiçaria) ou delegá-la a um profissional, com posterior despacho de liberação do imóvel. O tempo de todo o procedimento pode variar de um Não menos que 7-8 meses Desde o ato de execução até a venda do imóvel (em casos raros) até que exceda 15 anosEm média, provavelmente variará de 18 a 24 meses a 5 a 6 anos.

O que difere é a eficácia da cópia da escritura de apreensão, que tem a duração de vinte anos, sendo posteriormente anulada segundo algumas interpretações. É preciso dizer que em todas as etapas do processo processual, se as disposições da lei não forem respeitadas, as execuções hipotecárias deixam de ser executórias, mas mesmo nesses casos, na realidade, quase nunca ocorrem. Quanto aos custos, desde o pagamento F23 de 299 euros ao conservatório até à contribuição consolidada de 278 euros pela inscrição na função, através de diversos selos fiscais, e certidão autenticada Documentos de pesquisa De cerca de mil euros, a constituição de um fundo de contas de 2.500 euros e honorários de especialistas, os quatro zeros são largamente contornados.

READ  Insights de fim de semana: desafios fiscais globais

Dado que o produto da venda do imóvel não é anterior, o credor muitas vezes considera mais adequado chegar a um acordo de liquidação, também mediante o pagamento da dívida, o que inclui claramente o cancelamento do próprio penhor.

Foreclosures: Como intervir

A intervenção de execução forçada é uma ferramenta legal que também permite que um credor que não tenha iniciado um processo Apreensão da coisa sobrecarregada Para ver seus direitos de crédito satisfeitos em qualquer caso.

Tecnicamente, o que um credor pode fazer é Envie um apelo No registo do juiz competente que indique o valor do crédito, porventura durante a primeira audiência em que se acione a venda ou cessão do imóvel, para que a intervenção seja considerada “oportuna” e o credor possa participar no produto do venda na proporção do valor do crédito.

Pelo contrário, quem intervém “tardiamente”, ou seja, interpõe recurso após a primeira sessão, não poderá, no final, obter parte ou a totalidade do seu crédito até que todos os demais credores estejam satisfeitos. Em todo caso, foi fixado prazo para audiência de discussão do plano de dotações, ou seja, do projeto Despesas de compartilhamento E o produto da venda e cobrança dos valores remanescentes a favor dos credores.

O apelo deve ser anexado a Título executivo Ou, se não, um extrato autêntico, autenticado em cartório, atestando qualquer crédito. De acordo com a lei civil, mesmo aqueles que não receberam caução, mas apreenderam os bens apreendidos, tenham hipoteca ou direito de prioridade decorrente de registros públicos, ou sejam titulares de um crédito também podem interferir no o dinheiro gerado a partir dos registros contábeis.

Ao contrário dos titulares de uma garantia executória, o devedor pode contestar as suas reivindicações e, em qualquer caso, terá de ir em frente para verificar o seu direito em tribunal. O que você precisa saber é que todo o procedimento foi Informatizado: Na transmissão eletrônica com o e-mail homologado, devem ser indicados todos os dados, inclusive a escolha do domicílio no órgão judiciário competente da região para recebimento das notificações, anexar o pedido, além dos documentos anteriormente mencionados a participar do procedimento e distribuir os valores que serão obtidos nos leilões, além de procuração que fica autorizada a acompanhar todo o processo.

READ  Se comprarmos estes produtos IKEA, podemos devolvê-los para um reembolso porque foram retirados do mercado