Barcelos na NET

Lista de jornais e sites de notícias portugueses sobre esportes, política, negócios, saúde, empregos, viagens e educação.

Ideal de Hamilton, Verstappen paga três pequenos erros

Os valores artísticos afirmados nesta primeira parte da temporada impõem àqueles que almejam a vitória a necessidade de um trabalho impecável. A menor falha, mesmo a perda de um segundo, pode custar o sucesso no estágio, deixando espaço para raiva e remorso para aqueles que têm de se culpar por pequenos erros que, em outras ocasiões, podem ser secundários.

É aqui que Lewis Hamilton faz a diferença. O campeão mundial teve a sorte de ter Ímola retomado a corrida com uma poesia que poderia ter terminado em zero no item de saque da etapa, mas no Bahrein e em Portimão foi impecável, o que se mostrou fundamental para a liderança na classificação geral após três corridas. Toto Wolf comentou: “Vimos outra corrida em que Lewis foi incrível ao dirigir.”

A segunda vitória nesta temporada colocou Hamilton à frente de Max Verstappen por oito pontos por uma pequena margem, mas por um grande valor simbólico. A Mercedes ainda não atingiu o auge de sua forma técnica, embora reações muito encorajadoras estejam começando a aparecer para a equipe de Brackley, que confirmou hoje o ritmo de Hamilton e Bottas quando instalaram o pacote de pneus sólidos.

Em um Mercedes que ainda não consegue fazer a diferença em termos técnicos, o valor agregado é Hamilton. Verstappen perdeu o primeiro lugar devido ao seu erro, na corrida perdeu a vaga para o Hamilton devido ao seu erro, e também perdeu a volta mais rápida devido ao seu erro. É preciso enfatizar que esses não são erros fatais, mas o são quando o oponente está pronto para tirar vantagem deles, transformando a distorção alheia em uma grande oportunidade.

Por trás da segunda vitória de Hamilton nesta temporada, está também um trabalho de equipa que foi perfeito durante o fim-de-semana português. Valtteri Bottas desempenhou um papel muito importante na pontuação final da Mercedes, uma contribuição incerta, mas crucial para a economia de corrida de Hamilton.

READ  Chega de pulgões atacando plantas e flores com este truque natural simples que os manterá afastados para sempre

Lewis superou seu companheiro de equipe na 20ª volta, ultrapassando o líder da linha de chegada com uma segunda vantagem sobre Bottas e pouco menos de dois sobre Verstappen. Quando o holandês Red Bull entrou no pit lane para trocar o pneu (depois de quinze voltas), a diferença a favor de Hamilton aumentou para seis segundos, e isso ocorreu porque Verstappen tentou em vão contornar Bottas e perdeu a oportunidade de continuar o contato. Hamilton. Lewis virou pneus duros (sem medo de prejudicar a Red Bull) Lewis Hamilton fez, e fechou um treinamento perfeito.

A Mercedes perdeu dois gols porque Bottas se colocou em uma posição difícil contra Verstappen. A necessidade de manter o holandês para trás o máximo possível no primeiro período expôs Valtteri ao risco de ser prejudicado, como foi o caso na volta 35. Perder um segundo na parada (a troca de pneus Red Bull foi rápida) Verstappen foi permitido para ficar atrás do 77º Mercedes apenas dos boxes, e depois de três curvas Ele conseguiu passar por ele.

Bottas nesta conjuntura parecia compatível com Verstappen, mas a Mercedes precisava de um giro e meio para atingir a temperatura do pneu de aço, como Hamilton foi informado logo depois por seu engenheiro. Também não descobrimos hoje que “botas em um corpo a corpo” não é um exemplo cristalino de agressão. No entanto, assim que seus pneus atingiram a temperatura, Finn começou a forçá-lo a voltar na esteira de Verstappen (e também instigado pelo próprio Tutu Wolf) quando um problema de detecção acabou com suas chances de terminar em segundo.

A Mercedes ainda teve a chance de jogar com dois atacantes, o que provou ser uma vantagem importante contra a Red Bull, que ainda espera pelo melhor Sergio Perez no momento. A liderança também passa por esse aspecto, como tantos outros, porque tudo faz diferença quando é preciso muito pouco para derrubar hierarquias. Esta é a imagem atual, mas tanto a Red Bull quanto a Mercedes em seus respectivos locais não medem esforços para mudá-la a seu favor.

READ  Live / Inglaterra Escócia (placar final 0-0) Vídeo de TV: A decepção dos britânicos

Quem assiste de fora tende a esperar que os planos de guerra que poderiam mudar os valores em campo fracassem, porque a Fórmula 1 oferece um espetáculo que só impressiona quem segue o esporte. Não queremos Hamilton e Verstappen (definitivamente mais cansados ​​que o normal no final da corrida), mas seria emocionante chegar a Abu Dhabi com a mesma intensidade que vimos nessas três primeiras corridas da temporada.