Barcelos na NET

Lista de jornais e sites de notícias portugueses sobre esportes, política, negócios, saúde, empregos, viagens e educação.

Gamora, tesouro de 5 milhões aparece em bunker: “Das rixas aos negócios”

Gamora, tesouro de 5 milhões aparece em bunker: “Das rixas aos negócios”

A casa comum, Os funcionários ou pequenos empresários vivem num local tranquilo e não numa área popular.

Uma casa de dois andares, no meio Agnano e Pozzoli (precisamente no número 62 da Via San Gennaro), uma área que luta há meses com a reação do Pradizismo: é aqui que a Camorra se esconde. Tenha um pequeno tesouro. A alma negra de parte da economia napolitana era, em suma, o esconderijo, o bunker. No primeiro andar, atrás da parede do banheiro, a polícia rompeu a parede e descobriu um buraco.

Um policial esguio foi o primeiro a entrar, entrando em um mundo diferente: havia móveis e decorações, geladeiras cheias de notas vazias; 48 relógios, até joias de dez quilates. E isto Tesouro de Gamora, página Alanza de Secandigliano. Blitz há dois dias, Surgem ativos no valor de 9 milhões de euros (Quatro milhões de euros, bens de valor igual ou superior a um milhão, mas a avaliação dos bens ainda está em curso). Podem redescobrir Luca Esposito, genro do patrão Patricio Posti, que foi preso há dois dias numa operação que – pelo menos por agora – impediu efectivamente o regresso do líder napolitano a casa. Gamora. A investigação conduzida pelo Ministério Público de Nápoles, coordenada por Nicola Gratteri, foi decisiva para o trabalho conjunto dos carabinieri, da polícia financeira, da polícia e dos carabinieri da Calábria. Golpe nocaute, atingido por anúncio Agnano, Porque dá impulso à estratégia de expansão da coalizão Secondigliano: por um lado as prisões assinadas pelo juiz de primeira instância Antonino Santoro di Bosti (alter ego histórico de Eduardo Contini, aliado dos demais dirigentes da cúpula Secondigliano) seus filhos Ettore e Flora Bosti e seu genro Luca Esposito; Por outro lado, o confisco de bens, que não surge por acaso. Mas do ponto de vista de algumas das punições recebidas de Luca Esposito nos últimos dois anos.

READ  Cochlear-Roma, Notícias da Totti | Ele tranquilizou Mourinho

Interrupções

Há uma frase em particular que alertou os investigadores. Em 2022, Luca Esposito não parece ter nenhum bug em seu Mercedes. Ele está tentando deixar a Itália com sua esposa Maria Posti e ir para Dubai, onde pretende administrar um negócio Rolex. E adota uma lógica: “Mais cedo ou mais tarde terão que vender, porque ficam sem dinheiro”. Basta interpor algumas palavras e compreender que em algum lugar do mundo existem substâncias de origem ilegal. Começa a caçada, que termina na rua dois dias antes São Gennaro, graças a equipamentos sofisticados que superam as placas de ferro utilizadas como telas. A satisfação dos representantes das forças policiais presentes na conferência de imprensa foi unânime: “A epifania de todas as interceptações ouvidas até agora”, disse o coronel Andrea Leo, comandante do departamento de operações dos Carabinieri de Nápoles. Chefe de celular Giovanni Luci 41 reflete a capacidade de Patrizio (mas não de seu filho Ettore) como chefe de ditar a lei apesar do bis, enquanto isso é responsabilidade do comandante da divisão de polícia econômica e financeira. Finanças Paolo Consiglio Revelando métodos de lavagem de dinheiro. Resumidamente, Luca Esposito Ele se definiu como a “galinha dos ovos de ouro” de Secantigliano Camorra. Empresas de papel fictícias envolvem-se em evasão fiscal, vendas de Rolex e, às vezes, fraude em detrimento de compradores em todo o mundo. Como um chinês que gastou 330 mil euros para comprar um Rolex a uma empresa ligada a Luca Esposito, apenas para receber um pacote de massa. Mas quem é a “galinha dos ovos de ouro” de Gamora? E como ele acumulou tanta riqueza? Casou-se muito jovem com Maria Posti, uma das filhas do patrão conhecido como ‘o Patrizio’. O sogro de Esposito era casado Muitas vezes ele fez sentir sua autoridade, seu peso em todos os sentidos. A verdade é que há dois anos Luca Esposito foi preso no aeroporto de Fiumicino e enfrentou protestos. Pessoa autorizada (Investigação das advogadas Alessandra Converso e Aida Teresi), decidiu cair. Ele se arrepende e confessa. Ele também acusa. Então, de repente, a cena muda. Uma retratação lhe rendeu um novo mandado de prisão Patrício Posti, no final de uma história que abala a tragédia grega. Em suma, Posti teria forçado Esposito a retirar-se.

READ  Fechamentos e restrições em mais de 50 municípios

Vingança

Piores ameaças. Se você ler os resultados do julgamento do Juiz Santoro, pura violência. Ele teria convocado os filhos de Esposito (Marco Botta está sendo julgado aqui) para iniciar sua vingança: “Diga ao seu pai que se as acusações não forem retiradas, nós o mataremos. Você o verá enforcado”. Esta estratégia envolve sempre ameaças contra crianças ansiosas que se arrependem: o avô ameaça vingar-se dos netos. Isso não é tudo. Nesta estratégia, cartas são dadas Patrício Posti Para o genro, é claramente isso que os investigadores procuram Dda de Nápoles. Tons suaves de firme carinho e compreensão para um genro que deseja ingressar no Estado: palavras com tom paternal, próprias de quem “entendeu as dificuldades do momento ditado pelas prisões”. As ameaças, as palavras sedosas, a corda dentro da cela, mas o risco de machucar os netos, tudo em poucos dias. Foi assim que a “galinha dos ovos de ouro” decidiu calar-se. A partir deste momento iniciaram-se as investigações que culminaram em prisões e apreensões.

Cinco dias

Há outro pano de fundo para esta história. Estamos em 2020 e Patrizio Bosti (argumentado pelo advogado Mauro Valentino) foi libertado da prisão porque os prazos haviam expirado. Ele voltou para casa e ficou em liberdade por cinco dias, antes que os cálculos dos juízes lhe permitissem fazer uma nova prisão. Nesses cinco dias, Posti teria reintegrado o regime da Camorra. Mussarela. As drogas, a fraude e a usura lavam os rendimentos em mil fluxos: em alimentos (restaurantes foram apreendidos em Roma), combustível, jóias e outras atividades conspícuas.

Uma força criminosa que trabalha de mãos dadas com partes do capitalismo e explora as competências de indivíduos inocentes. O dirigente Gamora, que nos últimos dias tem sangrado pelos becos da cidade, é diferente.. Ontem, Michael de Bari, ministro-chefe da Província de Nápoles Panchi convoca um grupo de ordem pública para “matar” a zona de Montecalvario, na sequência da bomba e da propagação na zona do Duomo (um pizzaiolo está gravemente ferido) na zona de Nuovo. Sangue e comércio, medo e comércio, numa situação em que a prisão dura não é suficiente para quebrar a conspiração Aliança Secundigliano.

READ  Vamos ver o que surgiu um mês após o assassinato » ILMETEO.it

© Todos os direitos reservados

Leia o artigo completo
manhã