Barcelos na NET

Lista de jornais e sites de notícias portugueses sobre esportes, política, negócios, saúde, empregos, viagens e educação.

Focolari: 30 anos de economia da empresa, um projeto criado “para que os pobres não esqueçam” e possa sanar “conflitos agravados pela epidemia”

“Não vamos esquecer os pobres”, disse Kiara Lubic. E “em um momento em que busca ansiosamente um caminho que combine economia, justiça social e sustentabilidade, a economia da empresa vive e anuncia uma nova economia há trinta anos, levando uma mensagem em um momento muito apropriado. Com estas palavras, o movimento dos Focolares apresenta hoje em nota de imprensa o evento internacional online “30 Anos de Economia da Empresa”, que acontecerá no dia 29 de maio (13h-17h) diretamente da Sala de Concerto Internacional do Castelo Lobiano (FI) . Em maio de 1991, quando Lubic, o fundador do movimento dos Focolier, desembarcou em São Paulo, Brasil, ficou impressionado com o contraste entre arranha-céus e a miríade de favelas e casas muito pobres que os cercam. Assim começou a economia corporativa e “olhando para o nosso mundo hoje – escrita focular – – as contradições se tornaram mais fortes e exacerbadas pela epidemia: agora, mais do que nunca, há uma necessidade de uma economia para se comunicar.” Hoje, mais de 1000 empresas de todo o mundo estão aderindo ao Enterprise Economy Project. Inspira-se em 15 incubadoras de empresas EdC-IIN para o desenvolvimento de novas empresas em diversos países, 6 projetos de desenvolvimento integrado em curso e mais de 400 dissertações científicas. A 30ª conferência do projeto contará com a presença, entre outros: do economista Stefano Zamani que sempre acompanhou a economia da empresa; Vera Araujo, socióloga brasileira; Jan Tonglit, ATD 4º Mundo; Luca Crivelli, Universidade Supsi (Lugano – Suíça); Alberto Ferrucci, Empreendedor EdC e ‘Líder’; Margaret Cram e Jesus Moran, presidente e copresidente do Movimento Fokolar; Luigino Bruni, Economista, Coordenador de Projetos de Economia Corporativa. Inúmeros depoimentos chegaram do Brasil, Argentina, Filipinas, Emirados Árabes Unidos, Portugal, Estados Unidos e Bélgica, e mensagens de vídeo de todo o mundo. O evento será coordenado pela diretora Maria Amata Kalou. “Esperamos você – diz Luigino Bruni – para comemorar 30 anos de empresa, dividir com os pobres e uma economia de cinco pães doados que vira mil e alimenta as massas.Uma festa de gratidão, juventude e futuro. Porque a economia da empresa é um bem global e um presente para todos ”. O evento é aberto a todos sem a necessidade de inscrição. O evento pode ser acompanhado em italiano em YouTube.

READ  A produção de castanha voltou a crescer: 38 mil toneladas, + 10%. Mas a seca e as pragas ainda são perigosas