Barcelos na NET

Lista de jornais e sites de notícias portugueses sobre esportes, política, negócios, saúde, empregos, viagens e educação.

Caindo no canteiro de obras da academia Uboldo, perdendo processo contra o município

Demorou dez anos para encerrar a ação movida por uma mulher contra o município de أو poldo: Quando caiu perto do canteiro de obras do novo ginásio, exigiu 20.000 euros Mas os juízes de Busto Arsizio erraram.

O acidente, que poderia abrir um precedente para este tipo de lesão, data de 2011. Oduldies caminhava perto do local onde foi construído o atual ginásio “Giulio Galle”, quando caiu. Uma ambulância a resgatou e ela foi levada ao hospital, acompanhada por F.Comprovado pelo relatório da sala de emergênciaSeu joelho estava arranhado e torcido no pé, causando-lhe fortes dores.

Inicialmente, o pedido de indenização foi protocolado junto à construtora, mas, após o fracasso, a mulher decidiu se vingar do município (para o qual a academia foi entregue cinco dias após o acidente). “No julgamento, o par pediu uma indemnização de cerca de 20 mil euros – o tribunal acatou a nossa defesa, rejeitando o pedido de indemnização”, disse o advogado Fábio Meazza, que defendeu o município. De acordo com a decisão: A senhora não deve andar no canteiro de obras: Sabendo que a construção estava ocorrendo lá, Ele deveria ter evitado os riscos Preste mais atenção. O advogado observa que “várias audiências e provas de testemunhas foram necessárias para chegar ao desfecho do conflito”.

O município não terá de pagar nada, enquanto a mulher arcará com todas as custas judiciais, cerca de 8.000 euros.

READ  Frequência cardíaca, palpitações e taquicardia nunca podem ser subestimadas por essas boas razões