Barcelos na NET

Lista de jornais e sites de notícias portugueses sobre esportes, política, negócios, saúde, empregos, viagens e educação.

A M-Sport está procurando confirmações na Sardenha: o visor em WRC2

Depois do excelente desempenho (melhor da temporada) de Portugal em casa M Sport O ponto de Rally Itália Sardenha É a confirmação das coisas boas que surgem na terra lusitiana. Nas palavras dos dirigentes e pilotos da M-Sport engajados na ilha de Quattro Mori, há muito otimismo e uma grande vontade de finalmente poder lutar por um degrau no pódio.

Gerente de equipe Il M-Sport, Richard Milner Antecipa um rali muito duro para carros e pneus: “Em Portugal, finalmente conseguimos mostrar a todos o potencial da nossa juventude e estamos muito otimistas com a Sardenha, uma prova que a nossa equipa sempre fez bem. fácil, a Sardenha é uma corrida muito difícil em termos de aderência dos veículos e pneus. Os nossos rapazes já tiveram experiências nas estradas da Sardenha, por isso estão todos cientes das dificuldades que terão de enfrentar. ”

“Estamos muito contentes – e continua – por encontrar no volante do WRC, Teemu que sempre fez excelentes corridas na Sardenha, no ano passado fez uma excelente corrida e temos a certeza que vai conseguir ter um desempenho semelhante. Este ano vai conseguir usando os novos pneus Pirelli na terra pela primeira vez. Gus acaba de voltar de um Portugal superior, onde pode até lutar pelo pódio, enquanto Adrien, após suas atuações estelares na Croácia e Portugal a bordo do WRC, terá que tentar Sardenha para o sucesso do Fiesta Rally2 “.

Depois de ler as palavras do chefe da equipe, sentimos as emoções dos pilotos na véspera da corrida, começamos com Jose Greensmith Quem vai se juntar a esta corrida por Stuart Loudon: “Espero poder repetir o desempenho que fiz em Portugal também na Sardenha. O Rally d’Italia em relação a Portugal é mais técnico, embora as configurações que vamos usar sejam semelhantes. Vamos trabalhar muito na frente de o carro, porque as estradas da Sardenha são estreitas, sinuosas e muito técnicas. Sempre fomos bem na Sardenha, Timo e eu podemos aproveitar ao máximo o nosso ponto de partida no primeiro dia. Corri duas vezes na Sardenha e infelizmente consegui pouco ou nada em termos de resultados, e espero voltar este ano. “

READ  Destaques às 17h - Mais uma revolução em Parma. Milão, Kalhanoglu, adeus

Eu ouvi a vez do motorista britânico Timo Sonnin: “Sempre adorei correr na Sardenha. Sabemos que será uma subida muito difícil, o carro terá de superar muitos solavancos e, acima de tudo, a gestão dos pneus será fundamental, para mim será a minha primeira vez com os novos pneus Pirelli no cascalho. Não sei como se comportam Porque não tive oportunidade de experimentá-los, só saberei lá de longe. Na Sardenha sempre me dei muito bem e devo aproveitar a largada ponto na sexta-feira que em uma seca pode nos ajudar muito. Estou feliz por estar de volta ao volante do WRC, dirigir esses carros é sempre ótimo. Ir do Rally 2 para o WRC não é assustador, acho que é mais difícil ir na direcção oposta.”

De 5 de junho em RALLYSLALOM e OLTRE NEWSSTAND, a revista dedicada a você também