Barcelos na NET

Lista de jornais e sites de notícias portugueses sobre esportes, política, negócios, saúde, empregos, viagens e educação.

Receber a final não foi bom, depois da queda de Portugal, França e Inglaterra

Conclusão semelhante à final de Londres também no Rio de Janeiro pela Copa América: Argentina vence Brasil

Sasari. Obviamente, jogar a final em casa nem sempre é uma vantagem. A Itália demonstrou isso claramente ao vencer a Copa da Europa em Wembley, em Londres. Como aconteceu ontem no Rio de Janeiro, quando Di Maria estava na final da Copa América, um gol de Di Maria após 28 anos deu a vitória da Argentina contra o Brasil que acabou em lágrimas.

Um epílogo parecido com o que aconteceu em 1950, quando o Uruguai venceu novamente no Maracanã a partida decisiva do Mundial contra a Seleção Ouro Verde, deixando uma nação inteira desesperada.

Recentemente, no Europeu, é importante destacar que já nas duas últimas ocasiões em que o país-sede terminou na final, o sucesso foi para o adversário. Em 2004, a Grécia venceu Portugal por 1-0 em Lisboa, com um golo aos 67 minutos de Charisteas. Na última edição, disputada em França, Portugal compensou ao vencer no Stade de France frente aos franceses com um golo de Eder no prolongamento.

Quanto à Copa dos Campeões, o exemplo mais emocionante diz respeito à seleção italiana, Roma. Na final de 1984 no Olympique, os Giallorossi perderam nos pênaltis para a Inglaterra do Liverpool, depois que o tempo normal terminou em um empate em 1-1. Mas desta vez, os súditos de Sua Majestade estão chorando e toda a Itália está comemorando. (por exemplo)

READ  Morel será jogador do Napoli? Resposta de Bidol