Barcelos na NET

Lista de jornais e sites de notícias portugueses sobre esportes, política, negócios, saúde, empregos, viagens e educação.

No lugar do antigo Carnevali, foi criado um novo supermercado Italmark

No lugar do antigo Carnevali, foi criado um novo supermercado Italmark

Pouco mais de um ano após a venda final, o novo destino do antigo Carnevale di Brescia começou a ser escrito: a histórica loja da Via Cefalonia está fechada há algum tempo e em 2022 foi vendida em leilão por 3,5 milhões de euros: como relatórios Preciaoji, será criada uma nova loja Italmark no térreo do antigo templo do vestuário de luxo em Brescia, cujo projeto foi encomendado ao Studio b+ma, que já está trabalhando na ampliação das lojas Sant’Eufemia e Leno para Italmark, e já trabalhou nas lojas existentes na Piazza Vittoria e Via D ‘Azeglio em Brescia. As obras foram confiadas a Girelli Costruzioni de Roncadelle, em atividade desde a década de 1970: o portfólio inclui edifícios residenciais, mas também edifícios comerciais e de escritórios, bancos e hotéis, a Câmara Municipal e o quartel San Zeno Naviglio.

Vendido em leilão

Não há outros detalhes neste momento, mas já foram iniciadas as obras no final das obras de recuperação impostas pelo município após muitos anos de encerramento e abandono. Recordamos que a antiga loja Carnevale foi vendida (em leilão) por 3,5 milhões de euros ao Park Hotel Ca’ Noa, empresa que gere a loja municipal com o mesmo nome: foi depois revendida à Colline Toscane, empresa imobiliária com sede em Bréscia. Que agora trata da “gestão” do projeto e do que vem a seguir. Além da marca Italmark, outras atividades comerciais deverão ser planejadas.

Antiga loja Carnevale

A antiga loja Carnevale é um “gigante” com cerca de 8.500 m²: distribuídos por 6 pisos, dois dos quais subterrâneos, com uma área total de venda exterior de 4.618 m², 1.664 m² de armazéns e armazéns, 304 m² de escritórios, 338 m² de salas técnicas, 1.528 m² de terraços e sótão, bem como uma área de estacionamento subterrâneo de 4.611 m² e uma área externa auxiliar de mais de 7 mil m². A estrutura foi construída em 1991: a marca Carnevale, que também aqui tem sede, chegou em 1994 e ali permanece há mais de um quarto de século.

READ  Toyota: o primeiro SUV a atingir menos de 25.000 euros

Falência da empresa

No primeiro e segundo andares havia grandes áreas de vendas de muitas marcas de moda gloriosas (e caras): durante muito tempo foi a “meca” de todos os viciados em compras em Brescia e além. Permaneceu abandonado durante vários anos, vítima de vândalos e vagabundos, após a falência da empresa. O Grupo Bani Carnivale foi liquidado em 2017, até falir. O edifício foi vendido em leilão pela primeira vez por 14,4 milhões de euros, pela segunda vez por 7,2 milhões e, finalmente, por 3,5 milhões: foi vendido em 2022.