Barcelos na NET

Lista de jornais e sites de notícias portugueses sobre esportes, política, negócios, saúde, empregos, viagens e educação.

Música, Ciência e Inclusão: O projeto “Sonic” começa em Crotone

Música, Ciência e Inclusão: O projeto “Sonic” começa em Crotone

Prevenir e combater a pobreza educativa na região de Crotone e acompanhar os jovens em risco no desenvolvimento de competências digitais e técnicas. É um dos objetivos do “Sonic – Vozes da Modernidade: Inclusão através da Música e da Ciência”, novo projeto promovido pela Associação Saber Crotone, que teve início no dia 1º de julho.

A iniciativa, cuja implementação agradecemos ao Fundo Intesa Sanpaolo para Ações Beneficentes, Sociais e Culturais, visa reduzir a exclusão digital e a exclusão social na cidade de Crotone, que inclui 60 menores em circunstâncias extremamente vulneráveis. O projeto destina-se, de facto, a jovens utentes do Centro Psicoeducativo “A casa di Iulia” e a menores estrangeiros que beneficiam de serviços de inserção e integração, duas categorias em risco de pobreza educativa, ainda que por motivos distintos. .

O Sonic será desenvolvido ao longo de 12 meses, com a participação dos jovens beneficiários em atividades temáticas específicas: do laboratório de música ao cineclube, do laboratório de ciências radicais aos cursos de educação ambiental. Além disso, a utilização de ferramentas e softwares inovadores permitirá que os laboratórios esperados no projeto sejam implementados com mais facilidade. Não só isso: para dar às crianças com distúrbios de linguagem a oportunidade de participar das oficinas e interagir com os participantes, serão utilizados meios digitais de comunicação.

Assim, durante um ano inteiro, crianças e jovens terão a oportunidade de partilhar momentos lúdicos e de aprendizagem, desenvolvendo novas competências práticas, digitais e artísticas, acompanhados por um mediador linguístico e dois professores especialistas, bem como treinadores, professores de música, um psicólogo e outras figuras especializadas.

“O Projeto Sonic – anunciado por Manuelita Scigliano, Presidente do Sabir – representa a etapa do caminho que a nossa associação já vem trilhando há algum tempo, para promover a integração de menores com deficiência e menores estrangeiros. criar espaços fora da escola, onde as crianças que vivem em condições vulneráveis ​​possam encontrar ambientes, factores e ferramentas que as ajudem a testar as suas competências é uma forma eficaz de contribuir para a redução dos fenómenos de exclusão social e de marginalização social. a independência pessoal e o enriquecimento cultural, derivados da participação dos menores nas atividades laboratoriais, beneficiarão também as suas famílias, que enfrentam diariamente enormes desafios sob o peso de graves cargas emocionais e psicológicas, vivendo em constante ansiedade de isolamento social.

READ  Bezo, The Relationship Between Science and Faith in a Conference Focused on Popper