Barcelos na NET

Lista de jornais e sites de notícias portugueses sobre esportes, política, negócios, saúde, empregos, viagens e educação.

Ministro do Meio Ambiente afirma que preço da água deve refletir déficit

Escrito por DPN / Lusa, no noticiário 02-04-2021 20:00:00 0 comentários

O ministro do Meio Ambiente e Ação Climática disse que o preço da água deve refletir a escassez desse recurso “efetivamente definido”.

“Principalmente quando os recursos hídricos são escassos e limitados, o investimento em soluções passa apenas por taxas governamentais e cidadãs. Se houver falta de água, o preço deve refletir essa falta, até porque esse preço é o motivo de Jono na inauguração do XV Congresso da Água organizado pela Associação Portuguesa de Recursos Hídricos, Matos Fernandez, de Point Pedro, sublinhou que existe uma “solução” para a escassez de água.

O governante acrescentou que, quando é feito o apelo à poupança, destaca que é “suficiente” e que “muito mais pode ser feito dentro destes limites” e aponta o uso indevido de recursos e aumento dos custos operacionais, que também deveriam ser cobrado.

“Se água é vida e território, também é energia. É significativo nos custos de operação, na energia para alimentar infraestrutura e equipamentos, no tratamento de correntes crescentes que chegam a estações de bombeamento e ETAR, muitas das quais não precisam estar lá ou, se fizerem, paguem por esse serviço. Temos que pagar ”, disse Matos Fernandez.

O ministro do Meio Ambiente confirmou que se referia à água da chuva, “pode ​​ou não estar em redes separadas, alimentando ou reaproveitando ecossistemas”, bem como “água não urbana que se beneficia de uma visão adequada de tratamento e recuperação”, “indesejada fornecimento “e” suprimentos não compatíveis “.

“Estes certamente se beneficiam de uma abordagem concisa de planejamento estratégico e organização, sejam eles multimunicipais, municipais ou não municipais, acima ou abaixo. Este é o projeto que gostaríamos de encorajar a traçar sistematicamente pelo Plano Estratégico de Abastecimento de Água e Gestão de Resíduos de Água da Chuva até 2030 ”, afirmou Matos Fernandes.

READ  Ainda consegue desfrutar da liberdade de movimento no pós-Brexit Portugal?

Este planejamento também é importante na gestão de recursos energéticos, como energia renovável e novas fontes de energia e tecnologias que estão sendo exploradas.

A sessão digital aconteceu no Dia Mundial da Água, marcando hoje em várias partes do país para alertar as pessoas e governos sobre a necessidade urgente de proteger e conservar este recurso natural.