Barcelos na NET

Lista de jornais e sites de notícias portugueses sobre esportes, política, negócios, saúde, empregos, viagens e educação.

Ministério da Saúde eleva nível de preparação para dengue na fronteira – Medicina

Ministério da Saúde eleva nível de preparação para dengue na fronteira – Medicina

Devido ao aumento global de casos de dengue, sob a liderança do Diretor-Geral, Francesco Vaia, os Escritórios de Saúde Marítima, Aérea e de Fronteiras (Usmaf-Sasn) foram instruídos a aumentar o nível de alerta e vigilância para com os transportadores e cargas que chegam. Importado de países “onde existe risco frequente e persistente de contrair a doença”. Os indicadores chegaram às secretarias com um memorando do ministério.

O ministério refere-se ao mapa de risco publicado pelos Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA (https://www.cdc.gov/dengue/areaswithrisk/around-the-world.html): uma longa lista de países da América do Sul, África, Ásia e Ilhas do Pacífico.

No Brasil, existe uma emergência de dengue com mais de 500 mil casos, e a situação também está piorando na Argentina, onde a doença foi detectada em mais da metade de suas províncias. O Regulamento Sanitário Internacional, lemos no documento, “estipula que a zona aeroportuária/portuária e a área envolvente de 400 metros de extensão devem ser mantidas livres de fontes de infecção e contaminação e, portanto, também de roedores e insectos”. São também dadas instruções para monitorizar cuidadosamente a desinfecção das aeronaves e avaliar a oportunidade de emitir ordens para implementar intervenções extraordinárias para monitorizar e desinfectar populações de vectores de doenças e outras pragas.

A dengue, ou simplesmente “dengue”, é uma doença infecciosa tropical, transmitida ao homem pela picada de um mosquito. O site do ISS explica que a dengue geralmente causa distúrbios (sintomas) semelhantes aos da gripe, mas às vezes pode parecer grave, chamada febre hemorrágica da dengue, que pode ser fatal. De origem viral, a doença é causada pelo vírus da dengue que pertence ao grupo dos Arbovírus, ou seja, vírus que são transmitidos ao homem por insetos, dos quais são conhecidos quatro tipos (DEN-1, DEN-2, DEN-3 e DEN-4). . A dengue é uma doença infecciosa não contagiosa porque, mesmo que os humanos sejam o hospedeiro principal, não há infecção direta entre humanos, mas a transmissão de pessoa para pessoa só é possível através de insetos vetores (artrópodes), que para a dengue são mosquitos da dengue. Gênero Aedes. O vírus circula no sangue de uma pessoa infectada durante 2 a 7 dias e depois é contraído e transmitido a outros indivíduos através de picadas de mosquito. A dengue ocorre principalmente em países tropicais e subtropicais, especialmente em áreas urbanas, e está particularmente presente durante e após a estação chuvosa. Nos países do Hemisfério Norte, especialmente na Europa, a doença aparece principalmente em pessoas que retornam de residência em regiões tropicais e subtropicais onde a doença é comum (doença importada) e o aumento notável nos últimos anos se deve ao aumento da frequência de viagens.

Para saber mais ANSA Dengue transmitida por mosquitos a humanos causa 390 milhões de casos anualmente – Saúde – Ansa.it Não existe tratamento específico, mas agora existe uma vacina. Casos fatais são raros (ANSA)

Para saber mais ANSA Vacina contra dengue começa na próxima semana em Spallanzani – Medicina – Ansa.it A vacina contra a dengue foi encomendada e chegará na próxima semana ao INMI Spallanzani, em Roma, onde será possível obtê-la. A visita e a vacinação são por conta do utente. (lidar)

Reprodução © Direitos Autorais ANSA

READ  Fedez está doente, história de problemas de saúde no Instagram- Corriere.it