Barcelos na NET

Lista de jornais e sites de notícias portugueses sobre esportes, política, negócios, saúde, empregos, viagens e educação.

Mineração cripto: informação crucial para começar

O termo “mineração” tem sido utilizado há séculos para definir o processo de extração de recursos naturais. Quando se trata de criptomoedas, não é utilizado num sentido literal, mas refere-se a como essas pedras e minerais valiosos são descobertos. Portanto, o que significa para a mineração de criptomoedas e como funciona realmente?

A mineração é um processo de criação de novas criptomoedas. As pessoas que mineram criptomoedas são conhecidas como mineradores. Utilizam máquinas sofisticadas para resolver puzzles matemáticos complexos, a fim de validar as transações e adicioná-las ao blockchain. Em troca, recebem recompensas pelo trabalho que contribuíram, o que mantém e assegura a rede.

Compreender a mineração cripto

No início, a maioria dos mineradores utilizava os seus computadores pessoais para a mineração de criptomoedas. Mas após anos de expansão, todo o processo se tornou mais exigente. Agora requer hardware sofisticado que consome muita energia e gera elevados custos de electricidade. Assim, a mineração em computadores pessoais por mineradores a título individual já não compensa.

O crescimento das criptomoedas tem vindo a atrair a atenção das grandes empresas, e com ele vêm maiores investimentos em farms de mineração cripto. Tais farms são maioritariamente constituídas por armazéns cheios de máquinas ASIC, concebidas especificamente para a mineração de criptomoedas à escala industrial.

Cada criptomoeda utiliza um algoritmo criptográfico único. Portanto, para minerar moedas é necessária uma máquina ASIC desenvolvida para esse algoritmo específico. No entanto, isto não significa que uma máquina possa minerar apenas uma riptomoeda. Foi concebida para a mineração de várias moedas diferentes que utilizam o mesmo algoritmo. Por exemplo, uma máquina ASIC usada para minerar Bitcoin também pode minar Bitcoin Vault porque ambas utilizam o algoritmo SHA-256.

As máquinas ASIC foram introduzidas pela primeira vez em 2013 e rapidamente se tornaram os dispositivos mais potentes do mercado. Podiam minerar qualquer criptomoeda desde Bitcoin a altcoins como Litecoin, BTCV ou Dash. Alguns dos mineradores ASIC mais populares no mercado são:

READ  "Deixe os imigrantes aqui": Ventimigilia atacada

Para criptomoedas que utilizam o algoritmo SHA-256

Bitmain Antminer S19 Pro (110 Th)

Bitmain Antminer S19

MicroBT Whatsminer S30

Bitmain Antminer T19

Canaan AvalonMiner 1246

MicroBT Whatsminer M30S+

Para criptomoedas que utilizam Ethash, Equihash ou Cryptonight V7

Innosilicon A10 Pro+ ETHMiner (750 Mh)

Innosilicon A10 Pro ETHMiner (500 Mh)

PandaMiner B3 Pro 8G

Bitmain Antminer E3 (190 Mh)

PandaMiner B5 Plus

Bitmain Antminer G2

Como funciona a mineração cripto?

A mineração de criptomoedas é um processo onde as transações são validadas e adicionadas ao blockchain. Está dividida em duas partes. Durante a primeira, são resolvidos puzzles matemáticos complexos, e as transações são validadas dentro de um determinado bloco. Durante a segunda, o bloco é adicionado a um blockchain para se ganhar uma recompensa.

Para assegurar que todas as transações que ocorrem na rede são genuínas e todos os participantes concordam sobre o estado do blockchain, as criptomoedas são mineradas utilizando mecanismos de consenso. Entre os mais populares está o processo de “Proof of Work”.

O que é Proof of Work?

Proof of Work (PoW) – é o mecanismo de consenso mais popular e a base de muitos blockchains abertos que oferecem recompensas. É principalmente utilizado para a mineração cripto, uma vez que trata todos de forma igual. As funções criptográficas que utiliza garantem que um certo número de ciclos num computador sejam completados para resolver o puzzle matemático. Portanto, provando que o minerador fez algum trabalho para resolver o puzzle, daí o termo “Proof of Work”.

Esta forma de mineração cripto é de forte intensidade energética e bastante cara, devido às grandes quantidades de electricidade utilizadas.

Desenvolvimento das pools de mineração

À medida que a procura de criptomoedas aumenta e muitas máquinas de mineração de alta tecnologia competem para resolver puzzles matemáticos, o processo de mineração torna-se mais difícil. Para ultrapassar estes obstáculos, os mineradores a título individual unem forças para formar “pools” (piscinas) de mineração.

READ  Inter, Sporting Drop João Mário: 4 Clubes no Jogador. 1 de Maio

Pools de mineração são grupos de mineradores que combinam os seus recursos para minerar novas moedas. As recompensas são partilhadas de acordo com o volume de trabalho que cada minerador contribui, mas as hipóteses de conseguir uma aumentam significativamente. A mineração em pools dá aos utilizadores individuais uma oportunidade de competir contra mineradores que utilizam equipamento mais sofisticado.

Vantagens de se juntar a uma pool de mineração

Uma das finalidades da mineração cripto é gerar novas moedas e ganhar recompensas pelo trabalho realizado. No entanto, tal como mencionado anteriormente, é quase impossível para os mineradores a título individual resolverem puzzles complexos e ganharem recompensas. Portanto, a maior vantagem de operar dentro de uma pool de mineração é que aumenta a probabilidade de gerar um novo bloco e de receber uma recompensa.

Uma pool de mineração permite aos entusiastas de criptomoedas cortar custos, uma vez que já não precisam de obter equipamento de mineração caro e preocupar-se com contas de electricidade elevadas. Estes custos são significativamente reduzidos porque são partilhados.

Juntar-se a uma empresa como a Mining City assegura que tudo é devidamente tratado. Não é necessário preocupar-se com equipamento de mineração, manutenção de hardware, tecnicidades e custos de electricidade. Basta escolher um plano com potência de hash suficiente para minerar eficientemente criptomoedas e ver como todo o processo progride. Os participantes podem também expandir a sua rede através de esforços de marketing direto e usufruir de benefícios adicionais.

Como escolher a pool de mineração certa?

Antes de se juntar a qualquer empresa de mineração ou pool, faça a sua pesquisa. Fique longe de sites que prometem retornos rápidos e garantidos. Comunidades reputadas como a Mining City jamais afirmam que os seus planos o ajudarão a enriquecer. Em vez disso, partilham materiais sobre a mineração de criptomoedas, moedas e tokens, para que possa tomar decisões informadas.

READ  ROM bloqueia todas as atualizações, exceto uma para Diego Pinto

Lembre-se sempre que se algo parecer demasiado bom para ser verdade, provavelmente é uma burla. Não entre em esquemas de mineração fraudulentos e faça uma escolha sensata.

Enquanto verifica a credibilidade de uma pool ou empresa de mineração, certifique-se também de verificar o seguinte:

  • Desempenho prévio. A pool de mineração já ganhou recompensas? Isto pode ser facilmente verificado no “blockchain explorer”. Verifique o registo das recompensas por bloco da empresa.
  • Consistência. A empresa é consistente na obtenção de recompensas e na emissão de pagamentos?
  • Taxas. Algumas pools de mineração impõem taxas elevadas. Isto significa que não receberá muito em recompensas.
  • Frequência dos pagamentos. Verifique a frequência dos pagamentos para ter a certeza de que receberá as suas moedas e recompensas regularmente.

A mineração de criptomoedas permite aos entusiastas das cripto obter potenciais recompensas pela verificação de transações e pela criação de novos blocos. No entanto, antes de entrar na mineração, é essencial fazer uma investigação extensiva para evitar surpresas desagradáveis e colher todos os benefícios. Por último, mas não menos importante, vale a pena lembrar que o mercado de criptomoedas é volátil. Se decidir participar na mineração, esteja atento aos riscos.