Barcelos na NET

Lista de jornais e sites de notícias portugueses sobre esportes, política, negócios, saúde, empregos, viagens e educação.

Lisboa investe 600 milhões em calçado

Lisboa investe 600 milhões em calçado
Uma campanha da Apiccaps (cortesia da Apiccaps)

Portugal considera a indústria do calçado como uma das suas prioridades estratégicas, e com base nos resultados alcançados no último ano. Nos primeiros nove meses de 2022 foram exportados 61 milhões de pares, com um valor superior a 1,5 mil milhões de euros e um crescimento de 22,5% face ao mesmo período de 2021. Já o novo plano estratégico do cluster do calçado para 2030 prevê os investimentos nacionais no setor lusitano. 600 milhões de fontes em oito anos.

24 tamanhos e 113 ações para substituir o sapato português no cenário global. No aspecto do novo documento, principalmente de 2019 para hoje, há mudanças destacadas pelo presidente. Apiccaps (Associação Portuguesa de Calçado) Luís Onofre: «O comércio eletrónico levou a uma reorganização dos canais de distribuição, o mercado internacional do calçado está a mudar e a Covid mudou hábitos e abalou a estrutura empresarial».

Portanto, infundir nas empresas um “choque estratégico”, como define a Apiccaps, deve tornar a indústria de calçados mais competitiva e voltada para a qualidade. Em 2021, a indústria portuguesa de calçado ostentou a produção de 76 milhões de pares, sendo a Alemanha (389 milhões de euros), a França (334) e a Holanda (247) os três primeiros em termos de faturação. (Todos os direitos reservados)



READ  Acordo de estabilidade, o "silêncio ensurdecedor" de Giorgia Meloni, a falsa entrevista de Giuseppe Conte com o primeiro-ministro