Barcelos na NET

Lista de jornais e sites de notícias portugueses sobre esportes, política, negócios, saúde, empregos, viagens e educação.

Flavio Encina perde a paciência: A Tempestade no Legado

Uma nova evolução do legado. Aparentemente, em um dos últimos episódios do jogo de perguntas Rai 1, o bandleader Flavio Insinna perdeu a paciência.

Flavio Insinna dirige o L’Eredità há anos, um jogo de perguntas que é transmitido no Rai 1 há quase 20 anos, começando às 18h45. O contêiner trata de questões de cultura geral e oferece a seus concorrentes a chance de ganhar uma grande premiação.

No entanto, parece que Insinna perdeu a paciência com os concorrentes, como evidenciado pelo programa de notícias satíricas Striscia La Notizia. Veja como o maquinista se justificou.

Flavio Encina perde a paciência e se justifica: “Não consigo me perdoar”

L’Eredità, um pequeno teste no Rai 1, é liderado, dissemos, por Flavio Insinna, um famoso maestro e ator romeno. O cara, além de ser especialmente conhecedor do ponto de vista cultural, é muito gentil e em várias ocasiões desencadeia a alegria do público.

Seus fãs o amam muito por isso mesmo, mas às vezes ele não consegue conter a tensão e pode acontecer que ele perca a paciência. Isso aconteceu exatamente nos bastidores do show, como mostram alguns vídeos de Striscia la Notizia. Em entrevista ao Messenger, Insinna volta ao ar da notícia satírica que realmente revelou um momento específico: Flavio grita e insulta os concorrentes nos bastidores do programa.

De fato, o comandante romano disse que não podia se perdoar por sua posição, apesar da passagem de vários anos: “Eu errei e não procurei circunstâncias atenuantes. Não há nada além do que aconteceu. Eu pedi desculpas a quem eu tinha que me desculpar, mas não me perdoei. os dias bem, essa página. Agora eu sempre tento encontrar uma conexão real, não em palavras, comigo mesmo e com os outros. Mais é melhor que tudo. Agora eu entendo. Saber ser luz é fundamental. E na minha vida eu muitas vezes foram desnecessariamente pesados”

Flavio Insinna afirma que mudou, ainda que sempre se dê o benefício da dúvida: “Acho que sim, mas quem trabalha comigo e com minha família tem que dizer. Eu me apego a mim mesmo. Eu pensei por muito tempo: é melhor estar lá. Tudo aconteceu porque tinha que acontecer. Isso por quem sabe por quanto tempo. Que vida eu teria continuado a levar com pessoas que não queriam mais me cumprimentar ou mesmo me ver de longe? Tudo isso me ajudou a fazer a diferença na minha vida, não apenas no trabalho. Hora de repetir a fita e assistir tudo Eu fiz isso: não quero mais viver assim. Posso não gostar, não posso odiar”

Leia também: Ron, a memória dolorosa do cantor: “Foi difícil…”

READ  Homens e mulheres de Isabella sobre a despedida? Como está a Gemma: prévias