Barcelos na NET

Lista de jornais e sites de notícias portugueses sobre esportes, política, negócios, saúde, empregos, viagens e educação.

“O que eu fiz com o Clinton foi que tinha problemas mentais” – Libero Quotidiano

Monica Lewinsky, 23 anos após o escândalo com Bill Clinton, disse que teve “graves problemas mentais” durante seu caso com o ex-presidente dos Estados Unidos, enquanto, na casa dos 20 anos, estava treinando na Casa Branca.

A mulher, 48, admitida em entrevista por podcast arquivos de machado Do canal de TV americano CNN. A investigação do escândalo, que levou ao processo de impeachment de Clinton, disse o repórter, a deixou com “pensamentos suicidas” após o surto de 1998. “Não consegui ver uma saída. Acho que essa poderia ter sido a solução”. ele disse a seu entrevistador, o comentarista David Axelrod, que ficou perplexo. Lewinsky admitiu que até perguntou: “O que aconteceria se eu morresse?” Para advogados que trabalharam com o então juiz norte-americano Kenneth Starr.

Em seu pensamento atual, Monica Lewinsky disse que na época ela precisaria de um “psiquiatra” para lidar com aquele escândalo maluco. Os comentários de Lewinsky vêm na sequência da estreia da série nos Estados Unidos Impeachment: American Crime Story, uma nova série sobre o caso Lewinsky que narra o escândalo sexual de Bill Clinton, que quase lhe custou a presidência dos Estados Unidos.

READ  Grã-Bretanha, show sem espaçamento e máscaras como teste para repetição