Barcelos na NET

Lista de jornais e sites de notícias portugueses sobre esportes, política, negócios, saúde, empregos, viagens e educação.

Ficará surpreendido ao saber que estas são as aldeias ‘cool’ de Portugal

Ficará surpreendido ao saber que estas são as aldeias ‘cool’ de Portugal

O extraordinário património histórico, artístico e cultural de Portugal e a beleza dos seus recantos fazem dele um dos países mais visitados. Além das cidades mais conhecidas, este país esconde também pequenas vilas e aldeias rurais e costeiras que são verdadeiras preciosidades de beleza indescritível para se perder. Vamos à descoberta das mais belas aldeias de Portugal.

carnaval

Na verdade, é uma cidade muito pequena que se ergue em torno da praia simétrica que tem areia branca muito fina. Os turistas que frequentam este local podem dedicar-se inteiramente ao relaxamento: ao longo da praia encontram-se banhos de sol, mergulhos no mar límpido e almoços à base de peixe. Não é incomum que sejam organizados passeios a cavalo, o que leva os turistas a correrem direto na praia.

casela velha

É uma pequena cidade costeira no leste de Argave. Uma paisagem fabulosa de origens antigas (parece ter sido habitada pelos fenícios e alguns vestígios arqueológicos, e acredita-se que era a antiga cidade de Qasta Allah Daraj, uma cidade islâmica que remonta ao século X). A única igreja da cidade, a “Egrega Matriz”, tem um pórtico renascentista. Apesar da riqueza da história, é a paisagem que torna esta cidade única. Do alto da aldeia avista-se um panorama único que muda constantemente com a maré no ponto onde a ria formosa se encontra com o mar. É famosa pela pesca de ostras na vila, que ainda mantém todas as características de uma vila de pescadores.

Monsanto

A apenas 25 quilómetros da fronteira com Espanha, Monsanto é talvez único no mundo pelas suas características. Situa-se numa colina íngreme e foi designada em 1938 como “a aldeia mais portuguesa de Portugal” e incluída na lista das 12 aldeias mais históricas do mundo. Não é fácil chegar lá, mas vale muito a pena porque o que aparece aos olhos dos visitantes é realmente incrível. A aldeia de origem medieval está praticamente toda construída nas rochas, que nalguns casos formam as paredes e telhados das casas. Nas ruelas estreitas e íngremes, basta caminhar a pé e descobrir as maravilhas que se podem observar. Também merecem uma visita as ruínas do antigo castelo templário e os restos de uma capela com um cemitério adjacente.

READ  Aqui está o destino mais barato em setembro, para escapadelas de última hora

alto

Alte fica a sul no Algave, uma clássica aldeia portuguesa no topo de uma colina. Com casas caiadas de branco, ruas de paralelepípedos e paredes decoradas com azulejos, é cercada por árvores centenárias e imersa na natureza intocada. A marca deste aprazível local é a grande piscina natural da Fonte Pequena e da Fonte Grande, ponto de encontro de turistas que aproveitam para se refrescar do calor do verão. Em redor desta piscina natural existe também um parque equipado para piqueniques. Também vale a pena ver a cachoeira Queda do Vigário, que termina em um lago que funciona como piscina.