Barcelos na NET

Lista de jornais e sites de notícias portugueses sobre esportes, política, negócios, saúde, empregos, viagens e educação.

Estados Unidos, morrendo espatifado no chão durante prisão na Califórnia: desta vez foi a polícia que divulgou o vídeo

ALAMEDA (Califórnia). Polícia dos EUA novamente sob a acusação. Desta vez, três agentes da Alameda, uma cidade no norte da Califórnia, acabaram na tempestade que matou Mario Gonzales, de 26 anos, que foi detido e encalhado no solo por cerca de 5 minutos em 19 de abril. Na noite de terça-feira, o Departamento de Polícia de Alameda divulgou o vídeo da câmera do corpo dos policiais envolvidos. A família do menino acusa os policiais de uso excessivo da força, e o irmão da vítima, Gerardo Gonzales, disse: “A polícia matou meu irmão da mesma forma que George Floyd foi morto”.

A polícia interveio depois que um telefonema indicou que havia um homem confuso em um parque que pode estar bêbado. Entre as fotos divulgadas, Gonzales não está claro, tem dificuldade em responder perguntas e se opõe à prisão: por cinco minutos os agentes o bloquearam no chão, com uma cotovelada no pescoço e um joelho nas costas. O menino grita, faz barulho e diz que não fez nada: em algum momento sua resistência fica mais fraca, mais fraca e ele perde a consciência. As tentativas de ressuscitação da polícia foram ineficazes. Foi ordenada uma autópsia para determinar a causa da morte: enquanto se aguarda a conclusão da investigação do caso, os três policiais tiveram licença remunerada. Gonzalez deixa para trás um filho de 4 anos e um irmão mais novo deficiente.

READ  África do Sul, um caçador furtivo pisoteado por uma manada de elefantes