Barcelos na NET

Lista de jornais e sites de notícias portugueses sobre esportes, política, negócios, saúde, empregos, viagens e educação.

Em Otranto, o foco está na legalidade, genocídio, conflitos esquecidos, meio ambiente

Otranto – A décima terceira edição do Festival de Jornalistas do Mediterrâneo, agendada de 1 a 4 de setembro na proposta “Lua” do Largo Alfonsina, em Otranto, será uma das que deixará a sua marca. Na verdade, a lista de oportunidades de pensamento e convidados que irão animar o evento é muito rica, e foi desenhada pelo jornalista Tommaso Forte e promovida pela associação “Terre del Mediterraneo” em parceria com o município de Otranto.

A violação dos direitos humanos e os massacres silenciosos de grupos étnicos inteiros, o conflito israelo-palestino, a economia azul, a poluição, a questão da legalidade que não é tão enfatizada e muito mais: isso e muito mais serão de fato discutidos em uma das capitais mais fascinantes. da bacia do Mediterrâneo. E para avaliar o que anda a fermentar no debate internacional como habitualmente, os nomes mais importantes da imprensa, da política e da cultura europeias. Entre estes, para contar histórias capazes de fornecer um grande alimento para o pensamento, também Kono Jacob Tarfusser, atualmente Procurador Adjunto da República no Tribunal de Apelação de Milão e ex-juiz do Tribunal Penal Internacional, o tribunal competente para julgar os autores de crimes contra a humanidade , guerra, genocídio e agressão; Ervin Mojic, refugiado de guerra e fundador do projeto “Srebrenica – Cidade da Esperança”.

Mas entre os ilustres convidados desta versão do festival, no trigésimo aniversário do êxodo “bíblico” dos albaneses que fogem da guerra e da miséria para as costas da Puglia, certamente Eddie Rama. O Primeiro-Ministro estará na Terra das Águias em Otranto no dia 3 de setembro para uma reunião corporativa e para recordar à tarde, com uma cerimónia solene a decorrer na cidade portuária do Adriático, as vítimas do navio “Katier-i” Radës “, que naufragou a 28 de Março de 1997 nas águas de Otranto: uma forma de estreitar os laços já estreitos entre dois povos que enfrentam o mesmo mar.

READ  Nasceu oficial da Telepass Digital, Divisão de Mobilidade Inteligente

eu sou primi

Destaca-se também o relato dos profissionais da informação a quem será atribuído o prémio “Mediterranean Caravelle”, um reconhecimento que representa a intersecção dos mares e das culturas mediterrânicas e o próprio espírito de Otranto, uma encruzilhada cultural, religiosa e social. Relações entre Oriente e Ocidente. E que este ano a noite de 4 de setembro será dedicada a Francesca Vagnani, apresentador de “Belve” (Raidue); Giuseppe de Bellis, diretor da Sky Tg24; Siegfried Ranucci, apresentador “Relatório” (Raitre); Jaya Tortura, vice-diretor da TGLa7; Nicola Gratteri, procurador da República de Catanzaro; Maria badalamentiVítima da máfia. Noemi de SigniPresidente da Comunidade Judaica Italiana. O prêmio “Caravella” em memória de Daphne Caruana Galizia, a jornalista e blogueira assassinada em 2017 pela Máfia de Malta em um ataque a bomba. Em vez disso, a jornalista Nuovo Quotidiano di Puglia Annarita Invidia receberá o Prêmio Memória concedido a seu marido e colega Renato Moro, que morreu prematuramente no final de fevereiro, após uma vida inteira servindo ao jornalismo local de alta qualidade.

LO Partnership

Entre as novidades da edição de 2021 do festival estão a parceria com a Universidade de Lecce, nascida com o objetivo de lançar projetos de relações internacionais e cooperação transfronteiriça dedicados à formação em jornalismo, e com o Medfilm Festival de Roma, o primeiro Revisão italiana do cinema mediterrâneo: a colaboração começou em virtude de um senso comum da importância de difundir a cultura europeia e do Mediterrâneo por meio do diálogo intercultural e da proteção dos direitos humanos.

I Media

Desde a primeira edição em 2009, o festival conta com a presença de jornalistas dos mais importantes jornais nacionais e internacionais como Corriere della Sera, La Espresso, Panorama, ANSA, RaiNews24, La7, Rete4, Il Giornale, TGR Rai, Il Messaggero , Italia Oggi, Marie Claire, Babelmed. It, Europa, Metropolitan, Vanity Fair, Io Donna, Il Riformista, I Viaggi di Repubblica. Durante as sessões anteriores, jornalistas, políticos e diplomatas da Itália, Albânia, Portugal, Turquia, Chipre, Suíça, Holanda, Marrocos e Romênia participaram do festival.

READ  O que acontecerá com a fábrica de Jianduyuti

o programa

Otranto, 1 de setembro 2021, Largo Porta Alfonsina, 20.30.00 / 22.00 “Mar Mediterrâneo: economia azul, sustentabilidade, protecção do território”

Maria Grazia Marchio, Consultora Ambiental na Região da Apúlia; Pierpaolo Caridi, prefeito de Otranto; Ruggero Ronzulli, presidente da Legambiente Puglia; Fabio Polis, Reitor da Universidade de Salento; Francesco Cupertino, Reitor da Escola Politécnica de Bari; Vito Bruno, Diretor Gerente da Arpa Puglia. Dirigido por Marcelo Vaval, jornalista.

Otranto, 1 de setembro de 2021, Largo Porta Alfonsina, 22,00 / 23,30, “Mediterrâneo, Europa, mar e plástico: qual é a estratégia marítima”

Marina Pulcini, pesquisadora do Ispra; Alfonso Scarpato, Pesquisador do Ispra; Sasa Raisewicz, pesquisadora da ESPRRA; Francesco Oteri, pesquisador ESPRRA, Vincenzo Campanaro, diretor científico da Arba Puglia. Moderador: Christina Giudice, Il Foglio.

Otranto, 2 de setembro 2021, Largo Porta Alfonsina, 20.30.00 / 22.00, “Direitos Humanos, o Genocídio Esquecido. Testemunhos e Relatórios na Mídia”

Kono Tarfuser, procurador adjunto no Tribunal de Apelações de Milão; Zuhair Al-Losini, Ray News 24; Ervin Mujic, sobrevivente do genocídio de Srebrenica (Sarajevo); Olive Wema, sobrevivente do genocídio em Ruanda, Alessandro Montedoro, diretor da Fundação Pontifícia Ajuda à Igreja que Sofre. Moderadora: Francesca Ambrosini, Itália 1.

Otranto, 2 de setembro de 2021, Largo Porta Alfonsina, 22h / 23h30, “Israel e Palestina, Paz e Conflitos. Diálogo Possível”

Zuhair Al-Losini, Ray News 24; Renato Quinn, Sky TG24, Jaga Pellegrini Bettoli, jornalista especialista em assuntos do Oriente Médio e dos Estados Unidos. Coordenador: Patrizio Necirio, Ansemed.

Otranto, 3 de setembro 2021, Via Porto, 19h30

Visita institucional do Primeiro-Ministro da República da Albânia Edi Rama para homenagear as vítimas albanesas da colisão nas águas de Otranto entre “Cator et Rades” e um navio da marinha italiana.

READ  Bônus paradoxal: "Agora só estimule o carro poluente"

Otranto, 3 de setembro de 2021Largo Porta Alfonsina, 20.30.00 / 22.00, “Contar a verdade entre a justiça e a legalidade”

Nicola Gratteri, Procuradora da República de Catanzaro; Siegfried Ranucci, relatório; Alessandro Prati, Diretor, Ispra; Paola Muscardino, 7; Gaetano Castellaneta, advogado criminal. Gerenciado por Paolo di Giannantonio, Rai Tg1.

Otranto, 3 de setembro de 2021, Largo Porta Alfonsina, 22h / 23h30, “Daphne Caruana: A State Crime”

Stefano Poli, Diretor Adjunto da Ansa; Gaia Tortura, Diretor Adjunto da TGLa7, Luigi Speedicato, Universidade de Lecce; Cristina Giudici, Il Foglio. Moderador Alessio Lasta, La 7.

Otranto, 4 de setembro 2021, Largo Porta Alfonsina, 21h00, Entrega dos Prémios “Caravelle Mediterrâneo”. Apresentado pelo jornalista da Gazzetta del Mezugiorno Vincenzo Sparvero.