Barcelos na NET

Lista de jornais e sites de notícias portugueses sobre esportes, política, negócios, saúde, empregos, viagens e educação.

Corso foi esfaqueado por um mosquetão durante um assalto a uma farmácia em Versalhes Tentativa de homicídio

O mosquetão de plantão, que foi levado de ambulância ao Hospital Giovanni Bosco após ser esfaqueado por um assaltante enquanto disparava contra a Farmácia Municipal 12 do Corso Verselli 236, não corria perigo. Cruz Verde de Villastellone. A pessoa está atualmente na sala de cirurgia com lesão hepática e pneumotórax. A previsão é atribuída.

O jovem de 53 anos trabalha para a empresa Oltre Dora na divisão de prevenção de drogas. O soldado não estava dentro da farmácia no momento do assalto, mas interveio ao ver dois ladrões entrando no quarto.

Os ladrões entraram na sala armados de revólveres, que mais tarde se transformaram em escocês, e se dirigiram aos caixas para ameaçá-los. Na época, havia três funcionários dentro da farmácia, eles foram trazidos de volta pelos ladrões e forçados a abrir o cofre que continha algumas centenas de euros.

O mosquetão, desarmado, invadiu a farmácia e desarmou um dos dois ladrões que seguravam Scotiacani. A arma disparou duas vezes. No entanto, ele mesmo puxou uma faca e bateu no soldado quatro vezes. Dois ladrões, que deviam ser dois italianos nas primeiras testemunhas, levaram o dinheiro em uma scooter e fugiram e são procurados. Outras patrulhas Arma e uma equipe científica estão no local.

O Scotchcani usado durante o assalto foi recuperado por Carabinieri, durante o qual os militares analisam imagens de câmeras de videovigilância para identificar elementos úteis para a investigação.

Reações

“Expresso minha total solidariedade para com os Carabinieri e minha conexão mais profunda com o brigadeiro que foi ferido durante o roubo”, comentou o prefeito Stefano Lo Rousseau, prefeito de Turim. Muito obrigado aos Carabinieri e espero que o sargento se recupere logo. “

“Estamos tristes com esta notícia”, disse Alberto Sirio, o líder da região do Piemonte.

READ  Milão, Baguio a um passo: esperando fumaça branca | Notícia

“Ele está perto desse funcionário que arriscou a vida para frustrar um assalto”, escreveu o Conselheiro Regional Fabricio Rica no Facebook, “uma prece por sua salvação. O crime em nossas ruas é o suficiente: basta”.

“Não podemos deixar de sublinhar mais uma vez que não temos a forma e o nome certos para enfrentar os perpetradores. Se usarmos a arma que nos forneceram, estão a gritar abusos. Se não a usarmos, acabaremos assassinados. Agora chega., A ação abunda “) O secretário-geral Fábio Gonesta comentou:” Como já aconteceu, pode ter acontecido com os colegas de trabalho também.