Barcelos na NET

Lista de jornais e sites de notícias portugueses sobre esportes, política, negócios, saúde, empregos, viagens e educação.

A era Atlantia acabou, a era Autostrade acabou: foi vendida para a Cassa Depositi por 8,1 bilhões

Clipe oficial punindo o encerramento do capítulo que abriu em 14 de agosto de 2018 com Tragédia da Ponte Morandi. E depois de 22 anos, devolveu a antiga Autostrade às mãos do público, com valores semelhantes aos que haviam sido privatizados. AtlântidaInfraestrutura, propriedade da família Benetton, com efeito anunciou que “o fechamento da venda da participação detida na Autostrade na Itália (equivalente a 88,06% do capital social e direitos de voto) ao consórcio foi formado pela Cdp Equity (51% ) e Blackstone Infrastructure Partners (24,5%) e Macquarie Asset Management (24,5%). Tudo isso aconteceu cerca de um ano após o primeiro sinal luminoso oficial para a venda: em 31 de maio de 2021, os acionistas da Atlantia aprovaram a melhoria. Foi então formalizado em 11 de junho com o Acordo de Spa (Acordo de venda e compra) entre a empresa e a Casa.

A Autostrade per l’Italia, que foi privatizada em 2000 com uma receita total do Estado de cerca de 8 bilhões, foi posteriormente devolvida à propriedade pública. E o faz com um plano estratégico já escrito de US$ 14,5 bilhões em investimentos e US$ 7 bilhões em intervenções de manutenção até 2038. À frente da liderança, como mencionado, estarão o Fundo Cassa Depositi e Prestiti e os Fundos Macquarie e Blackstone.

Este último é o mesmo que agora se juntará aos Benettons no outro jogo principal que começou com o encerramento do caso Autostrade, nomeadamenteAquisição da Atlântida. Nesse sentido, o conselho de administração da holding de dados trimestrais está agendado para sexta-feira, 6 de maio, mas também foi convidado a iniciar os procedimentos de seleção de conselheiros que terão de apoiar o conselho na avaliação da adequação da oferta. A reunião, de fato, dará continuidade ao trabalho que acaba de ser delineado pelo Conselho anterior. Na semana passada, sexta-feira, 29 de abril, a assembleia geral elegeu os novos membros do Conselho de Administração, com Carlo Bertazzo confirmado como CEO e Giampiero Masulo eleito como Presidente. Os componentes que agora estão sendo chamados para dar uma opinião básica sobre o que pode ser um ponto de virada crítico para a holding: um adeus ao mercado de ações e um reposicionamento estratégico diante da possibilidade de retorno à bolsa em cinco anos.

READ  Bolsas de valores europeias positivas, Milão na esteira. O mercado aguarda o resultado do desafio da Generali

Edition e Blackstone, apoiados pela Fundação CrTorino, colocaram 12,7 bilhões no conselho para vencer o Atlantia. Em particular, vão promover uma oferta integral na holding ao preço de 23€ por ação, valor que sobe para 23,74€ com a adição de um dividendo de 0,74€ já aprovado. O preço inclui um prêmio de 28,4% sobre o valor das ações em 5 de abril (último dia de negociação antes dos rumores de um possível acordo incomum na Atlantia). Para promover a oferta de aquisição, os Benettons e o fundo criaram uma nova empresa, Schemaquarantatrè, integralmente detida por outro veículo, denominado Schemaquarantadue, que representará a holding de referência do novo grupo. A última parte com 65% da Edizione (através da Sintonia) e 35% de propriedade da Blackstone. No entanto, a estrutura mudará com a entrada da CrT que passará a fornecer 4,54% da oferta e depois reinvestir até 3%.

Quanto aos números, como observado acima, no caso de adesão total, o consórcio pagará 12,7 bilhões pela avaliação geral do ativo pouco abaixo de 19 bilhões. O carro se beneficiará da dívida de 8,2 bilhões, enquanto os 11 bilhões restantes serão financiados pela Blackstone por 4,4 bilhões e o restante pela Ponzano Veneto com o pacote de 33,1% realizado em Atlantia transferido para a newco. Entretanto, com os recursos disponíveis, também derivados da venda da Aspi (8 mil milhões de euros mais ou menos igual à dívida que o automóvel contraiu para lançar o espetáculo), a Atlantia vai promover o plano estratégico já aprovado. Em 15 de junho de 2021, a empresa apresentou suas diretrizes de desenvolvimento, com base em novos investimentos em rodovias, aeroportos e serviços digitais para os setores de mobilidade.

READ  A Covid ajudou nos pagamentos sem dinheiro, mas ainda há muito dinheiro na Itália