Barcelos na NET

Lista de jornais e sites de notícias portugueses sobre esportes, política, negócios, saúde, empregos, viagens e educação.

FUNDAÇÃO PEZCOLLER * PRÊMIO PEZCOLLER-AACR 2021: CLEVER, “Você deve ter fé na ciência, tem sido uma jornada com muitas convulsões e surpresas inesperadas”

Reunião de hoje com representantes da imprensa. Hans Clevers, o cientista holandês pioneiro no estudo das células-tronco intestinais e no desenvolvimento do câncer de cólon, receberá o prêmio das mãos do presidente da Fundação Enzo Gallegioni e presidente do Comitê Científico, Maria Risinho.

A cerimônia de entrega terá lugar em Trento amanhã, sábado, 18 de setembro, às 10h, no Teatro Sociale di Trento.

Gallegioni: Prof. Clevers é pioneira no estudo de células-tronco intestinais e no desenvolvimento do câncer de cólon. Seu novo sistema é usado para estudar o crescimento de células-tronco normais e cancerosas em laboratórios de todo o mundo. “

Clevers: “Recebi este prêmio junto com duzentos pesquisadores de todo o mundo, quase todos jovens, inclusive muitos italianos, que contribuíram para esse sucesso”.

“Precisamos acreditar na ciência: muito do que vemos ao nosso redor é possibilitado pela ciência. A jornada da minha vida foi preenchida com muitas reviravoltas inesperadas. Fizemos pesquisas básicas, queríamos entender como os tecidos funcionam e como eles podem reconstruir um órgão do corpo humano. “

*

Hans Clevers – Vencedor do Prêmio Bizkuler de Pesquisa do Câncer – é um cientista holandês de 64 anos de Eindhoven, onde se formou em biologia e medicina. Depois de passar seu período como pesquisador em Harvard, aos 32 anos ele se tornou professor associado da Universidade de Utrecht.

A partir daí iniciou sua jornada científica que o levou a ser considerado pela comunidade científica internacional como um verdadeiro pioneiro no estudo das células-tronco intestinais e no desenvolvimento do câncer de cólon.

Recebeu 34 prêmios científicos nacionais e internacionais, é membro do conselho editorial de 7 revistas científicas de prestígio e autor de mais de 690 artigos científicos, com mais de 120.000 citações.

READ  No Mediterrâneo fica o maior museu a céu aberto - Ciência e Tecnologia

o professor. Clevers descobriu como identificar células-tronco adultas entre bilhões de células do corpo e entender como funcionam e como sua disfunção pode causar alguns tipos de câncer muito frequentes, como o câncer de cólon.

Ele também conseguiu cultivar essas células-tronco em laboratório e descobriu que, nas condições experimentais certas, essas células não apenas se multiplicam, mas também começam a formar órgãos minúsculos, típicos dos tecidos dos quais surgiram, chamados de organoides, que podem ser estudado e usado em laboratório para inúmeras aplicações, desde a reparação de órgãos doentes ou danificados até a avaliação da eficácia de vários medicamentos.

É a base da medicina protética e da medicina verdadeiramente personalizada, porque organelas podem ser obtidas de tecidos normais e tecidos tumorais para cada paciente individual e, graças aos Clevers, elas agora são estudadas em todo o mundo.

“Meu laboratório – diz o professor Clevers – está trabalhando atualmente em uma variedade de órgãos e doenças, incluindo câncer, doenças infecciosas como COVID e uma série de doenças genéticas. Usar organelas humanas também nos permite evitar testes em animais e acreditamos que estamos obtendo informações mais precisas sobre doenças que infectam humanos Existem alguns laboratórios no mundo que usam esses órgãos em miniatura para pesquisas em diversos campos.

A incidência de câncer colorretal ainda é muito alta – lembra o Dr. Gallegioni -. Dos 3.202 casos de neoplasias registrados anualmente em Trentino em 2013-2016, 336 eram relacionados ao colo-retal, com 160 pacientes morrendo em um total de 1.386 casos.

O Prêmio Pezcoller vale € 75.000 e é concedido em conjunto pela Fundação com a AACR, a American Cancer Research Association que representa dezenas de milhares de pesquisadores em todo o mundo.

READ  Arte e Ciência em Spoleto com a Fundação Carla Fendi. Entrevista com a Presidente Maria Teresa Venturini Fendi

o professor. Hans Clevers receberá o prêmio durante uma gala de cidadania aberta que acontecerá amanhã, sábado, 18 de setembro, às 10h, no Teatro Sociale em Trento.

O prêmio será entregue pelo Presidente da Fundação Pezcoller, Enzo Gallegioni, e pela Presidente do Comitê de Seleção Científica Maria Ricinio, imunologista italiana, Professora de Patologia Geral e Vice-Chanceler responsável pela pesquisa na Universidade Humanitas.