Barcelos na NET

Lista de jornais e sites de notícias portugueses sobre esportes, política, negócios, saúde, empregos, viagens e educação.

A conta corrente comum na lente da câmera do fisco: sejamos claros

A conta corrente conjunta está sujeita a verificações por parte das autoridades fiscais. Quem é o dinheiro realmente? Os impostos aplicáveis ​​estão corretos? Vamos tirar dúvidas.

Cônjuges, parentes e membros da empresa podem abrir uma conta conjunta. Quais são as regras a seguir para não correr o risco de multas por parte do fisco?

Adobe Stock

Endereço compartilhado Dispõe sobre a assinatura de um contrato entre Muitos interessados Uma instituição de crédito. A porcentagem de propriedade é de até 50% para cada proprietário e cada proprietário deve fazer pagamentos na conta conjunta para não correr o risco de ser sob exame del Fisco para determinar a quem o dinheiro realmente pertence. A conta está formatada para permitir a gestão conjunta de despesas e poupança. Cada titular de conta tem o direito de fazer operações individuais Um banco e cada titular é considerado débito ou crédito por referência ao saldo da conta. No entanto, alguns detalhes podem levar a verificações por parte do órgão da receita a ponto de uma derrubada da Suprema Corte alterar a configuração da conta corrente.

Conta corrente e livro postal, fique de olho nos movimentos: há um limite que você não pode ultrapassar

Conta Corrente Comum, Sede

Para entender as mudanças implementadas pelo STF, é preciso começar pelo exame das características da conta corrente comum. Existem diferentes tipos de contas conjuntas. Existem esses para assinatura separada O que permite que cada titular trabalhe separadamente e da mesma forma Eu me inscrevi A presença de todos os correntistas é obrigatória para a realização da operação. Uma terceira classificação surge da união da primeira. Nesse caso, os portadores especificam quais operações devem ser realizadas com assinatura separada e quais operações possuem co-assinatura.

READ  Contribuições não reembolsáveis ​​para o decreto de manutenção

Congelamento de conta corrente: motivos da má surpresa

Todas as contas conjuntas estão sujeitas a lei civil Com os artigos 1.298 e 1.954. A lei define as características das contas e regulamenta os aspectos mais privados, como a transferência de fundos entre seus titulares em caso de morte Uma delas, as consequências Divórcio ou prisão. Situações ocorridas ao longo dos anos levaram o STF a derrubar as configurações contábeis conjuntas das contas.

Direções para descobrir

Conta corrente comum, a redação indica que o dinheiro na conta é em propriedade comum entre proprietários. O pensamento estava correto até que o Supremo Tribunal anulou a diretiva por ordem de Último dia 22 de setembro de 2021. A mudança foi necessária depois que a Receita Federal verificou a conta conjunta do casal. De acordo com a agência, o dinheiro que a esposa paga e depois retira deve ser tributado na cabeça do cônjuge iniciante.

Conta conjunta: a operação que não pode ser realizada

O motivo está no fato de que o valor não foi uma doação ao sócio de 50% do total apenas para uma conta conjunta. Quando a fonte é confirmada apenas unilateralmente, é necessário As ações estão sujeitas ao imposto de renda pessoal. O fato de a conta corrente ser conjunta não acarreta redução de impostos. O STF concordou com as autoridades fiscais que quem paga o dinheiro é o proprietário, enquanto a adesão pertence a quem o usa para cobrir despesas e fazer saques. Tudo isso para enfatizar como os valores estão sujeitos ao imposto de renda de pessoa física, pois se acumulam com os rendimentos tributáveis.