Barcelos na NET

Lista de jornais e sites de notícias portugueses sobre esportes, política, negócios, saúde, empregos, viagens e educação.

Juventus – Barcelona 2-2: Kane e Dembélé bis

Os bianconeri respondem duas vezes a Dembélé. Piazza Alegre Rovella na sala de controle. Entre os Blaugrana, o desbotado Lewandowki, duas das peças do show hit de Ravenha e Ansu Fati

Da nossa correspondente Fabiana Della Valle

Um bom empate da Juventus contra o Barcelona: sem Vlahovic, que permaneceu no banco durante toda a partida, o herói é Moise Kean, que respondeu ao gol de Dembélé com dois gols de pé direito. Boa aparência como dono de Bremer, ainda em boa forma, Di Maria, compra muito valiosa.

Duplo Dembélé

Allegri substitui Pogba por Locatelli e Piazza Rovella na sala de controle. Vlahovic continua no banco, no Triple Javelin, cabe a Kane desta vez jogar no meio-campo ofensivo, com Di Maria na direita e Cuadrado na esquerda. Xavi responde com Casey no meio-campo e Dembélé no tridente com Aubameyang e Lewandowski. O início traz o slogan do Barcelona: os mestres do campo espanhol e a Juventus zombaram da pressão sobre o blaugrana. O Barcelona se torna instantaneamente perigoso com quatro chutes em poucos minutos: Dembélé, Lewandowski, Casey e Aubameyang tentaram. Para a Juventus, por outro lado, o mais vital é Di Maria, que sempre sofre com suas pancadas. O Barcelona na frente é especialmente assustador com Dembélé e não é por acaso que a rede de vantagens sai de seus pés: Alex Sandro se explode e o golpe do país é impenetrável. Pouco mais de 5 minutos depois, ele reapareceu da direita: desta vez Cuadrado e Locatelli estão pagando o preço. Mas no meio, há a rede da Juventus, onde Kane antecipa Eric Garcia na mão direita.

Ken e Beren

O jogo é lindo e vibrante e as mudanças no segundo tempo não param. Um pouco à sombra de Lewandowski, que Bremer marcou bem, a Juventus volta a brilhar com Kane, que marcou dois gols no segundo tempo: o passe de Zakaria foi excelente e aumentou em relação ao jogo contra o Chivas. O Barcelona busca o gol de todas as formas e também tem azar, pois colide com dois fatores com Rafinha e Ansu Fati, então nos últimos minutos, foi a vez de Perrin esquentar as luvas em Depay com uma dupla defesa fixando o resultado em 2-2. A Juventus está sofrendo, mas está resistindo. O próximo encontro é contra o Real Madrid na noite entre 30 e 31 em Los Angeles.

READ  Ronaldo e Fernandes, United derrotou Brighton