Barcelos na NET

Lista de jornais e sites de notícias portugueses sobre esportes, política, negócios, saúde, empregos, viagens e educação.

A epidemia de Covid teve um grande impacto nas contas

(ANSA) – Milão, 30 de setembro – A pandemia ligada à Covid teve um grande impacto nas contas do clube nerazzurri. A perda de facto “contribuiu sobretudo para a diminuição das receitas de competição decorrente do encerramento de estádios (visto que face a 2020 quando o encerramento se iniciou nos primeiros dias de março), cortes contratuais aos patrocinadores. Pela impossibilidade de prestação de benefícios de a sociedade e a liquidação das relações desportivas ”, continua o clube, na nota. No geral, o impacto da Covid foi igual a 110 milhões no prejuízo de 245,6 milhões do balanço patrimonial em 30 de junho de 2021, enquanto a parte de esportes teve um impacto adicional de cerca de 30 milhões entre as indenizações de rescisão de Conte e a baixa de Nainggolan e João O valor de Mario. Porém, os nerazzurri já embarcaram em uma “política de reequilíbrio, com dois objetivos principais: conseguir estabilidade financeira e manter a competitividade do time”, explica o Inter. A começar pelas disposições de Lukaku e Hakimi, que vão “gerar um impacto econômico positivo no caminho da sustentabilidade”, com uma estratégia “focada no controle de custos”. Os acordos de patrocínio da nova camisa (Socios.com, DigitalBits e Lenovo) assinados pelo diretor de marketing da Nerazzurri, Luca Danovaro, que gerará cerca de 35 milhões em receitas, também ajudarão a reduzir as perdas. O Inter conclui que “estas medidas permitirão reduzir significativamente as perdas do grupo na época 2021-2022”. (Lidando).

READ  Má surpresa para quem pensava que iria tirar partido do bónus de 8.000 € para telemóvel