Barcelos na NET

Lista de jornais e sites de notícias portugueses sobre esportes, política, negócios, saúde, empregos, viagens e educação.

Novak Djokovic recusou, ele não vai jogar o Aberto da Austrália

Após mais de sete horas de “detenção”, o tenista sérvio foi convidado a deixar o continente. Possível atração do número 1 do mundo

Agora é oficial: Novak Djokovic, o jogador de tênis número um do mundo, foi informado de que seu visto foi negado e que ele será expulso da Austrália hoje. “Djokovic não foi capaz de fornecer evidências suficientes para atender aos requisitos de entrada para a Austrália – ele lê a nota da Força de Fronteira Australiana – e seu visto foi posteriormente revogado.” “Regras são regras e se aplicam a todos”, confirma Scott Morrison, primeiro-ministro da Austrália.

noite de interrogatório

Djokovic havia pousado em Tullamarine – Aeroporto Internacional de Melbourne – na noite anterior às 23h30, horário local, 13h30, horário da Itália. Imediatamente, o tenista e sua equipe foram parados na alfândega devido a um problema de passaporte. Esta é uma reconstrução vezes: “Um membro de sua equipe errou ao solicitar um visto de subcategoria que não se aplica àqueles que receberam isenções médicas para a vacina Covid-19.” Daí a prisão que rapidamente se transformou em uma investigação que durou mais de cinco horas, três das quais sem seu telefone e o tempo todo sob a guarda de dois policiais o tempo todo. Tanto que desatou a ira do pai do jogador, que se deixou levar à noite: “Se não o soltarem em meia hora, vamos para a rua”.

problema político

Posições políticas se assombraram ao longo do dia, do primeiro-ministro australiano Scott Morrison (“Forneça uma vacina ou vá para casa”) ao presidente sérvio Aleksandar Vucic, que estendeu a mão para o tenista sérvio à noite. Ele garantiu que “a Sérvia lutará por ele, pela justiça e pela verdade”. Certamente, no momento, há uma ordem de expulsão contra Djokovic, que por meio de seu advogado está considerando um recurso.

READ  Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022: Suíça, Itália 0-0 e Jorginho traem a Azzurra | Notícia