Barcelos na NET

Lista de jornais e sites de notícias portugueses sobre esportes, política, negócios, saúde, empregos, viagens e educação.

A segunda edição entre cultura, ciência e política

Calabria in Fiori, 2ª Edição em Unical entre Cultura, Ciência e Política

Calabria in Fiori é cultura, ciência e política juntas: três encontros com muitos convidados para conscientizar sobre a diversão, o uso terapêutico e industrial da cannabis, três shows ao vivo, duas exposições, DJ sets, estandes e comida no km0. Assim se apresenta o programa 2022 do primeiro Festival de Cannabis da Calábria, desenvolvido pela Associação Entropia APS, em colaboração com o Departamento de Química da Unical e o patrocínio gratuito do município de Rende. A segunda edição, autofinanciada por crowdfunding e com entrada absolutamente gratuita, terá lugar de 8 a 10 de julho em Rende (CS), no Polifuncional da Universidade da Calábria: no DAM haverá uma sessão de manhã e tarde relacionada às reuniões, enquanto à noite nos deslocamos para o anfiteatro, onde há uma zona de refeições, concertos ao vivo e uma galeria de jovens produtores. “A abordagem científica do festival deste ano é ainda mais clara, porque estamos na Universidade da Calábria, um lugar de cultura e conhecimento crítico – declarou a presidente da Entropia Daniela Ielasi – e o objetivo do Calabria in Fiore é promover na cannabis secular pensamento racional, livre de falsos mitos e preconceitos.”

conhecê-los. O festival abre na sexta-feira, 8 de julho, às 18h, com a apresentação do livro de Antonella Soldo, Mentora da campanha nacional Meglio Legale, intitulada “Mamma mi mi le reeds” (Ed. Officina di Hank 2021). Um guia sobre cannabis para pais e filhos aborda corajosamente a essência da “Guerra às Drogas em Nome de Nossas Crianças”, analisa as implicações das políticas de proibição aos jovens e compara dados com países que optaram pelo caminho da legalização . Além da autora, também estarão presentes a jornalista e Chair da Entropia Daniela Ielasi, o Professor Consolidador Giancarlo Costabile e o Juiz Emilio Sirianni.

READ  O que acontece com quem come tomate com diabetes? Fabuloso

No sábado, 9 de julho, novamente no DAM, às 18h, haverá uma mesa redonda intitulada “Cannabis Terapêutica e o Direito à Saúde”. O primeiro convidado é o Dr. Lorenzo Calvi, cirurgião de anestesia, terapia intensiva e terapia da dor, além de membro do Conselho Técnico do Ministério da Saúde. E com ele estão dois cientistas, o singular educador Giancarlo Statti e o biotecnólogo Giuseppe Battavarano. O encontro visa destacar os aspectos científicos relacionados ao uso medicinal da cannabis, mas também abrir o pensamento sobre o direito de cuidar dos pacientes. Por isso, foram convidados os conselheiros regionais Amalia Bruni e Ferdinando Laguy, Vice-Presidente e Membro do Comitê de Saúde do Conselho Regional da Calábria. A voz dos pacientes e associações será representada por Florinda Vitale (Cannabis Cura Sicilia).

Finalmente, no domingo, 10 de julho, falamos sobre “Ouro Verde: Passado, Presente e Futuro do Cânhamo Industrial”. A mesa redonda, agendada para as 11h00 na DAM, vai avaliar as perspetivas de rápida expansão do mercado (particularmente no setor da floração e CBD) e as dificuldades enfrentadas pelo mundo produtivo associado à cadeia de abastecimento do cânhamo, nomeadamente o setor têxtil e alimentar. Para isso, estará presente Ivan Nardone, do Departamento Nacional de Economia da CIA – Agricultores Italianos. Com ele estão três empresários: Rachel Invernessi, CEO da South Hemp Tecno srl, a primeira fábrica de processamento de fibra de cânhamo no Sul, Mattia Cusani (Cannaba Sativa Itália), membro da agenda técnica da Mipaaf na cadeia de suprimentos e Mario Grillo (Fattoria Biò ), um incansável promotor da adesão da agricultura na Calábria e do sistema empresarial local. Além do lado da produção, haverá espaço para um foco acadêmico com curadoria da professora consolidada Anna Maria Napoli e para uma excursão histórica de Marta Petrosevich, assessora de cultura de Rende.

READ  "Cinema e Ciência" em Sina Patricio Guzman

Concertos. Os sons da Calabria in Fiori estarão em harmonia com o tema do festival e, portanto, com o reggae, mas não apenas com artistas do sul da Itália: Calabria, Basilicata e Campania. O protagonista da primeira noite na passarela, sexta-feira, 8 de julho, às 22h, é o Krikka Reggae. Nos palcos em toda a Itália há mais de vinte anos, a banda nasceu nas margens de Bernalda Lucanian e baseia seu trabalho no uso do dialeto e na paráfrase da música jamaicana e letras relacionadas a questões sociais. Quatro álbuns mais um ao vivo, muitas colaborações com outros artistas (Roy Paci, Sud Sound System, 99 Posse e outros), o mais recente, o álbum com Calabrian Gioman & Killacat, que deu vida ao novo single lançado em 17 de junho “como enquanto a música tocar”.

Dupla data no sábado, 9 de julho. Às 22h00, chega o “Reggae Tarantula” do calabrês Armando Quatrone, acompanhado pelos calabres All-Stars. Reggino de nascimento, Quattrone se estabeleceu pela primeira vez no exterior, trazendo a música de raízes entre os imigrantes para a Alemanha. Hoje oferece um mix de sons que divertem e levam o público a dançar. Em seguida, o palco será do Napoli Joven, vulgo Valerio Joffin, com o convidado especial Andrea Tartaglia. Uma carreira de mais de vinte anos, que começou em 99 Posse, continuou nas praças e lugares sociais da Itália, passando pelo The Voice, sem perder a identidade e o desejo de atingir um público mais amplo. O novo single “L’uocchie tuoje”, feito por Tartaglia, foi lançado e está disponível nas plataformas.

Área de festivais. Entre as reuniões e o início das festas, um lugar para relaxar e comer bem. Sexta-feira 8 e sábado 9 de julho, a partir das 20h, o anfiteatro Polifunzionale será transformado em um verdadeiro espaço de festa, onde será possível encontrar refrescos frescos, música, comida e cerveja artesanal, graças a um ponto de comida e vinho com curadoria de FattoriaBiò , patrocinadora do evento, mas também diversas plataformas com informações e produtos patrocinados pelas empresas locais Jure, CalabrianHemp e Elfi di Calabria, além da DolcevitaMagazine, parceira de mídia do evento, estão em distribuição gratuita. Duas exposições também serão abertas aos visitantes da área: uma sobre fibras e tecidos de cânhamo do Museu itinerante Donato Farro, e outra intitulada “Uma Fábrica, Muitos Nomes, Mil Usos” com curadoria de M Mooyo e D. Grazioso.

READ  Pizza Margherita esconde um perigo para a saúde: os detalhes

O festival terminará no domingo, 10 de julho, às 13h, em nome da Coexistência, com o “Almoço Calábrês Japonês Original” de Iku Otomo e Julia Secreti. Neste caso, as vagas são limitadas, para participar é necessário fazer uma reserva em [email protected], enquanto a lista está disponível no site www.calabriainfiore.it.

Resta aproveitar o Programa Intensivo da Calábria em Fiori, um dos eventos mais originais de nossas latitudes.

Comente a notícia

comentários