Facebook está de cara nova, mas usuários não estão satisfeitos

Rede social mais popular do País inicia alterações de layout valorizando imagens e vídeos, o que torna a rede mais parecida com feed de notícias de sites de informação
Novo Facebook

A rede social Facebook começou esse mês uma série de modificações em seu design, com o objetivo de oferecer um serviço mais fácil de ser utilizado. Entretanto, muitos usuários ainda recebem com desconfiança todas as alterações, que acabaram não sendo tão exageradas como se esperava.

Houve valorização para fotos e vídeos que ganharam destaque e, no alto da página, cresceu a ferramenta de busca, o que pode anunciar a chegada de mais novidades, afinal, em outros países, a ferramenta permite, inclusive, acessar outros sites.

A estética também foi alterada com fontes maiores, mais ‘arredondadas’. Há quem diga que o novo formato lembra o abandonado Orkut, mas não é bem assim, afinal, a rede social mania entre 2009 e 2011 acabou esquecida justamente pela falta de mobilidade e diversidade de opções oferecidas aos usuários. O layout estático do Orkut pode ter sido um dos fatores que contribuíram para o seu sepultamento, apesar do fôlego apenas no Brasil.

Mas voltando ao Facebook, segundo especialistas a nova interface é recebida inicialmente de forma negativa, mas, passado algum tempo, o usuário acaba se acostumando, ou simplesmente troca por outro serviço similar. Considerando que atualmente no mercado brasileiro não existe uma concorrente capaz de incomodar a rede social de Mark Zuckerberg, se acostumar com a nova interface será uma questão de tempo.

“O objetivo das mudanças sempre será oferecer algo melhor para o internauta. Dessa vez, os desenvolvedores seguiram uma tendência estética mais ‘clean’ deixando a rede mais parecida com o Instagran”, comentam os especialistas. As mudanças podem estar associadas a diversos fatores, inclusive, à recente incorporação da plataforma Whatsapp ao Facebook.

“Essa pode ser uma primeira impressão para tentar fazer com que o usuário assimile novas mudanças que ainda estão por vir, após o grupo agregar plataformas como o Whatsapp”.

Notícias Relacionadas