HAY realiza encontro na região do Novo Demini (AM)

Em ano de comemoração pelos 20 anos da homologação da Terra Indígena Yanomami, a Hutukara Associação Yanomami realizou encontro regional na região do Novo Demini. Na pauta, saúde, educação e gestão territorial

O encontro foi realizado na aldeia Hawarihi entre 22 e 26 de maio e contou com a participação de quase 500 pessoas. Em ambiente festivo, elas tiveram a oportunidade de ouvir das lideranças mais velhas histórias de luta pela demarcação e desintrusão dos garimpeiros que invadiram aquelas terras em busca de ouro entre o fim dos anos 1980 e início dos anos 1990. Estes relatos foram importantes para a formação das jovens lideranças que cada vez mais protagonizam a defesa dos direitos do Povo Yanomami através da Hutukara e em outros espaços governamentais.

Os encontros regionais da HAY em 2012 têm como objetivo mobilizar lideranças e comunitários para a Assembleia Geral da associação, que será realizada em outubro, promovendo discussões preliminares sobre saúde, educação e gestão territorial. Os participantes vieram de lugares distantes, de até quatro dias de viagem por rio ou a pé, demonstrando o interesse dos Yanomami em participar do encontro. Estiveram presentes também representantes da Secretaria Estadual de Saúde Indígena (Sesai), da Fundação Nacional do Índio (Funai), por meio da Frente de Proteção Etnoambiental Yanomami (FPEY) e da Rede Amazonas de Televisão.

Davi Kopenawa fala sobre sua experiência de luta pela conquista dos direitos do povo Yanomami

A interlocução direta com o Coordenador Regional da Funai em Roraima, André Vasconcelos, e a equipe da FPEY, possibilitou o repasse de informações quanto à atual situação orçamentária da Frente, o seu número de profissionais, quantidades de postos da Funai na Terra Indígena e prioridades de ação: desintrusão dos garimpeiros presentes na TIY na parte de Roraima e programas de manejo de recursos naturais para geração de renda na região. A FPEY comprometeu-se com a implementação de três novas bases de proteção e etnodesenvolvimento na região do Amazonas, nos municípios de São Gabriel da Cachoeira, Santa Isabel do Rio Negro e Barcelos. As bases ficarão nas entradas dos rios Cauaburis (município de São Gabriel), Padauri (Santa Isabel do Rio Negro) e Demini (Barcelos).

O encontro abriu espaço ainda para a discussão sobre o papel das novas lideranças na dinâmica política intercultural. As novas gerações estão formando suas lideranças num contexto muito diferente daquele no qual as lideranças históricas como Davi Kopenawa, Geraldo Yanomami e Levi Yanomami se formaram. Enquanto estes presenciaram o momento catastrófico da invasão garimpeira e a construção da Perimetral Norte, os jovens criados numa Terra Indígena já homologada se deparam com desafios diversificados, envolvendo controle social da saúde, desenvolvimento de programas de educação intercultural e gestão territorial, geração de renda, assalariamento, entre outros.

O diálogo cerimonial,conversa cantada entre um anfitrião e um visitante, saudou a chegada dos participantes

É interessante observar que as decisões e articulações políticas mais significativas não se deram no espaço institucionalizado para o encontro, uma sala de reunião reservada, construída fora da casa coletiva. Ao contrário, os debates aconteceram no pátio central da casa coletiva, durante a madrugada do último dia, que é a forma pela qual os Yanomami se articulam há milênios para enfrentar seus desafios. Os discursos se sucederam madrugada adentro até que todos tivessem expressado o que queriam. Ao raiar do dia, Davi Kopenawa encerrou as discussões, reforçando agradecimentos a participação de todos e reiterando os desafios a serem enfrentados e a união do povo Yanomami. Veja no mapa abaixo, as regiões representadas no encontro e clique para ampliar.

(Regiões: Aracá, Toototobi,Novo Demini, Demini

Aldeias: Ajuricaba, Missão Catrimani, Balauaú, Komishi, Maraxipora Laxassi, Kaxitau, Hawarihi, Demini, e outros representados pelas delegações enviadas pelas diferentes regiões participantes.)

ISA, Instituto Socioambiental.

Notícias Relacionadas