Vereadores de Barcelos reúne com entidades para traçar Planos no combate a Malária

Vereadores de Barcelos reúne com entidades para traçar Planos no combate a Malária (1)

Na manhã desta quarta-feira, 09 de outubro, aconteceu uma reunião na Câmara de Barcelos, com participação da Gerência de endemias, DSEI YANOMAMI e Rio Negro, Secretaria de Meio ambiente, Secretaria de Obras, Secretaria de Saúde, FVS, Representante do Exército e Vereadores, juntos para traçar um plano de ação de forma efetiva, no que diz respeito ao combate efetivo a Malária em Barcelos. Propostas  de integração das entidades, sugestões de melhorias ao Plano de ações, intensificação e toda problemática envolvendo as especificidades locais estão sendo discutidas.

Umas das propostas é buscar junto ao Governo Federal, recursos para que o município possa combater a malária nas áreas indígenas e adjacências. Atualmente existe verbas mas é administradas pelo DSEI Yanomami que atendem os  Yanomamis nessa região de Barcelos. Essa Ong é sediada no Estado de  Roraima e é quem gerencia o recurso para o combate a malária, mesmo assim, todas as lâminas positivas são contabilizadas para o município, aumentado os indicadores de malária em Barcelos junto ao Ministério da Saúde.

De acordo com o Presidente da Câmara, vereador Gleidson Serrão, a meta é traçar um plano em conjunto e levar as reivindicações ao  Secretário de Estado da Saúde, para que juntos possam cobrar recursos ao Ministério da Saúde.

“Vamos conversar com o Senador Eduardo Braga para solicitar uma emenda para revitalização do Igarapé do Salgado, que no passado foi um ponto de lazer para a população, hoje é um problema de saúde pública”. Disse o Vereador Gleidson Serrão.

Algumas sugestões de outro vereadores:
– Identificação de todos os pontos de água empoçada para ação de aterramento local.
– Intensificação das ações locais de termonebulização e borrifação residual intradomiciliar;
– Notificação dos proprietários de terrenos baldios e abandonados;
– Pressionar nossos representantes em Brasília no sentido de cobrar uma solução sobre a redução do efetivo técnico operacional do DSEI Alto Rio Negro;
– Levantamento das necessidades totais de Telas e Mosquiteiros impregnados com vistas a cobrir 100% da área crítica (zona rural e urbana);
– Acompanhamento técnico/preventivo sobre as populações tradicionais em suas dinâmicas de deslocamento (sede do Município, aldeias e zona rural);
– Lançamento de uma ampla campanha Municipal de combate e prevenção à malária.

CONFIRA OUTRAS FOTOS:

 

Notícias Relacionadas