Trabalhadores rurais barcelenses acusados de fazerem parte de grupo paramilitar são soltos em Nova Olinda!

Trabalhadores rurais barcelenses acusados de fazerem parte de grupo paramilitar são soltos em Nova Olinda!
5 (100%) 15 votes

A Juíza da Vara Criminal de Nova Olinda do Norte que tinha negado, por duas vezes, os pedidos de liberdade (revogação de prisão preventiva) a um grupo de agricultores de Barcelos, resolveu finalmente dar a liberdade aos acusados nesta quarta-feira (19).

Foram libertados os Barcelenses Celso Rocha, Alberto Rocha e seus dois filhos Reyjhone da Rocha e Kennedy da Rocha acusados de guerrilha naquele município.

De acordo com o advogado dos agricultores barcelenses, Dr. Carlos Dias, que foi para a audiência em NON tudo foi esclarecido e a juíza compreendeu que foi um verdadeiro equivoco o crime ao qual são imputados aos acusados. “Na verdade a prisão desses trabalhadores foi uma verdadeira injustiça, mas conseguimos demonstrar a desnecessidade da manutenção da prisão”. Disse Dr. Carlos ao Portal Barcelos na NET.

Entenda o caso

No dia 06 de janeiro, em Nova Olinda do Norte, (distante 135 quilômetros de Manaus) foram presos em via pública, no bairro Marcos Araújo, Alcione Marques de Nazaré, 30, Alberto Palmela Rocha, 52, Celso Palmela Rocha, 55, Reyjohne Damasceno da Rocha, 21, Kenndy Demasceno da Rocha, 25,  Wandernilson Alfaia, 28 e Daniel Alves da Silva 43 anos, suposto líder do grupo. 
No depoimento, os informaram que eram moradores do município de Barcelos. Alberto, Celso, Daniel, Reyjohne, Kenndy e Wandernilson foram atuados em flagrante por porte ilegal de arma de fogo e formação de quadrilha. Todos permanecem presos em Nova Olinda esperando a decisão da justiça.
Compartilhar:

Comentários