Polícias Civil e Militar apreendem adolescente, em flagrante, por estupro de vulnerável em Santa Isabel do Rio Negro

A equipe de investigação da 76ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP), situada em Santa Isabel do Rio Negro, sob a coordenação do delegado Aldiney Nogueira, titular da unidade policial, com apoio de policiais militares lotados naquele município distante 630 quilômetros em linha reta da capital, apreenderam, em flagrante, na manhã de terça-feira (27/08), por volta das 8h30, um adolescente de 17 anos, por ato infracional análogo ao crime de estupro de vulnerável, que teve como vítima uma criança de 6 anos.

De acordo com a autoridade policial, o fato aconteceu na madrugada de segunda-feira (26/8), cerca de 0h30. Os familiares da vítima acionaram policiais militares, comunicando o sumiço da criança da casa onde mora, em Santa Isabel do Rio Negro, após perceberem que a mesma havia desaparecido do local, onde já estava dormindo. Em seguida, os policiais, familiares e vizinhos realizaram buscas pelas imediações e encontraram a vítima abandonada em um terreno baldio, nas proximidades do lugar.

“A vítima relatou que um homem tinha entrado pela janela do quarto onde ela dormia, e a retirado da cama, pedindo a ela que o acompanhasse. A criança, que atendeu o comando do infrator, disse que não o conhecia, mas que saiu em companhia dele pela mesma janela por onde ele havia entrado. Imediatamente fui acionado pelos policiais militares e iniciamos as diligências em torno do caso. No lugar do crime, identificamos que uma sandália havia sido esquecida, próximo à janela”, explicou o delegado.
O titular da 76ª DIP informou que a criança foi encaminhada ao hospital do município, onde passou por exame de corpo de delito que constatou vestígios de abuso sexual nas partes intimas dela. Durante as investigações em torno do crime, os policiais civis receberam a informação que, no mesmo dia do delito, outra casa, na mesma rua onde a criança mora, havia sofrido tentativa de arrombamento e que na ocasião os moradores acordaram e expulsaram o invasor, um adolescente de 17 anos, vizinho do lugar, que apresentava sinais de embriaguez.

“Na manhã de terça-feira (27/08), por volta das 8h30, nossa equipe, com apoio de policiais militares, localizou o adolescente infrator na casa da família dele, momento em que se arrumava para sair para trabalhar. O adolescente alegou que, durante o delito, estaria dormindo na balsa onde trabalha, mas os funcionários do lugar informaram que ele tinha chegado somente por volta de 3h30 da manhã, em estado de embriaguez. Inclusive um dos funcionários reconheceu a sandália abandonada no lugar do crime, em razão de ter sido um presente dado ao adolescente”, explicou.

Procedimentos – Conduzido ao prédio da 76ª DIP, após ter confessado a autoria do delito, o adolescente foi autuado em flagrante pelo ato infracional análogo ao crime de estupro de vulnerável. Foi representado à Justiça e ao Ministério Público do Estado do Amazonas (MPE-AM) o pedido de internação dele, que permanece em uma cela separada na carceragem da unidade policial, à disposição da Justiça.

O delegado Aldiney Nogueira, reforça à população de Santa Isabel do Rio Negro, que não mede esforços para elucidar os crimes ocorridos no município e pede que a população continue realizando denúncias por meio do número: (97) 99177-2719, o disque-denúncia da 76ª DIP. “Asseguramos o sigilo da identidade dos informantes”, garantiu

Notícias Relacionadas