Parlamentares do AM cobram governo para retorno de voos comerciais

Reunio-AnaceSA_thumb.jpgReunião AnaceSA

 

O ministro da Secretaria Nacional de Aviação Civil (SAC), Moreira Franco, e o diretor-presidente da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), Marcelo Pacheco dos Guaranys, prometeram apresentar na próxima terça-feira (24) uma solução emergencial para resolver o problema da redução de voos em municípios do interior do Amazonas.

A garantia foi dada aos senadores Eduardo Braga (PMDB/AM), Vanessa Grazziotin (PCdoB/AM) e Alfredo Nascimento (PR/AM), e aos deputados federais Francisco Praciano (PT/AM) e Paulo Teixeira (PT/SP), que se reuniram nesta quarta-feira (18) com os diretores dos dois órgãos para questionar a diminuição de voos comerciais para várias cidades do estado.

Os senadores especificaram casos como os de Eirunepé, São Gabriel da Cachoeira e Coari, que tiveram os voos reduzidos pela Azul Linhas Aéreas, única empresa a operar no interior do Amazonas. A redução, segundo a empresa, foi para cumprir normas de segurança definidas pela Anac, como a obrigatoriedade de o município ter equipe do Corpo de Bombeiros e detectores de metais nos aeroportos.

“Os municípios do interior do Amazonas não têm recursos financeiros para cumprir essas exigências. É preciso que essas despesas sejam assumidas pelo governo federal em parceria com o governo estadual. Não dá para reduzir ainda mais os voos porque o que já era um absurdo está se tornando um escândalo. Por isso, fazemos um apelo para que, pelo menos emergencialmente, o número de voos volte ao que havia anteriormente”, disse Braga.

Líder do governo no Senado, Braga disse que tratará do assunto em reunião marcada para amanhã (19), com a presidenta Dilma Rousseff. Ele explicou que, no caso de Eirunepé, se com quatro voos semanais o preço da passagem de ida e volta para Manaus custava cerca de R$ 2,5 mil, com a redução para dois voos semanais, esse valor praticamente dobra.

“É mais caro do que uma passagem Manaus–Brasília–Manaus e mais caro que uma passagem Manaus–Miami–Manaus. Portanto, isso é um absurdo e o nosso governo precisa encontrar uma solução para o nosso problema, porque os moradores dessas cidades são os principais prejudicados”, enfatizou.

A senadora Vanessa Grazziotin apresentou ao ministro um relatório sobre a situação da aviação regional e também cobrou soluções em curto e longo prazos para resolver a situação.

“Ano sim, ano não, estamos aqui relatando o mesmo problema. Precisamos de uma solução definitiva”, desabafou Vanessa.

Assessoria de Imprensa
61-3303-6228

Notícias Relacionadas