Morte de Marcos Paulo torna filmagem de “Sequestrados” incerta no AM

Fonte: Portalamazonia.com

O País perdeu neste fim de semana, um dos grandes nomes da dramaturgia brasileira. O ator Marcos Paulo morreu no último domingo (11),  vítima de embolia pulmonar. A última aparição pública do artista aconteceu durante a 9ª edição do Amazonas Film Festival, na capital amazonense. Em solo manauara, o diretor fechou detalhes do novo longa-metragem “Sequestrados”, mas, com sua morte, o futuro do longa-metragem que seria gravado no Amazonas fica incerto.

A notícia pegou todos de surpresa, produtores e atores amazonenses que participariam do filme estão em choque.”É uma perda difícil para todos. Ele estava animado com as gravações. Foi um dos maiores prazeres da minha vida atuar para o ‘mestre’ da direção brasileira. Depois do sucesso de ‘Assalto ao Banco Central’, seria o sonho de qualquer ator ter esta oportunidade”, disse o ator Jean Nogueira.

Jean ainda afirma que participar de um filme dirigido por Marcos Paulo seria indescritível. Para ele, é difícil imaginar outra pessoa fazendo este trabalho. Chico da Silva e Fidelis Baniwa chamaram a atenção do diretor durante os testes de atuação.

Marcos Paulo realizou vários testes de vídeos para criar um time que transparecesse a realidade da região amazônica. O produtor de cinema amazonense, Luppi Marinho lamenta a perda do diretor. “Não existem palavras para expressar o sentimento de perda. Marcos Paulo era uma figura maravilhosa. Já trabalhei com diretores que nunca falaram comigo e ele era simpático com todos da equipe”, disse Marinho.

O produtor  destaca ainda, a animação do diretor ao conhecer os possíveis sets de gravação. “Ele tirou fotos e fez os mais variados tipos de imagens. O principal objetivo da equipe era revelar a verdadeira beleza da floresta. As cenas de ação seriam gravadas em Barcelos e Presidente Figueiredo. Imagino a excitação do Marcos ao chegar perto desta conquista”, revelou Luppi.

Futuro incerto

Sobre o futuro do longa-metragem “Sequestrado”, Luppi é direto. “Estou esperando o contato da esposa dele, a atriz Antonia Fontenelle. É um momento delicado para falar de trabalho. Mas, acredito na continuação deste sonho, pois, os dois eram apaixonados pelo projeto. Por enquanto, o cinema nacional lamenta a despedida do mestre Marcos Paulo”, falou o produtor emocionado.

Notícias Relacionadas