INTERIOR DO AMAZONAS TERÁ 94 NOVOS DELEGADOS

Uma aula inaugural no auditório da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) marcou nesta segunda-feira (14) o início do curso de formação paras 94 novos delegados da Polícia Civil classificados no cadastro reserva do último concurso da instituição para 5ª classe.
Delegados novo em Barcelos

O vice-governador José Melo explicou que a chegada dos novos oficiais é parte da estratégia de ampliar até janeiro de 2014 o programa Ronda no Bairro para o interior do Estado. Segundo ele, a ideia é contemplar as comarcas com grande concentração populacional e com maiores índices de criminalidade, para onde os profissionais serão encaminhados, conforme a classificação de cada um deles no curso de formação.
“Nenhum dos 61 municípios do interior ficará sem receber um concursado. Percebemos que em algumas localidades mais afastadas é natural que a investigação, a conclusão do inquérito, retarde com a não presença de um delegado. Com isso, a sensação de impunidade aumenta o que leva à insegurança em relação ao rigor das leis. Com esse reforço, vai se sentir agora o efeito contrário”, destacou Melo.
O curso de formação, realizado pelo Instituto Integrado de Ensino de Segurança Pública do Estado do Amazonas (Iesp), segue até março de 2014, quando os novos delegados iniciam o trabalho na Polícia Civil. As 17 mulheres e os 77 homens que responderão nas comarcas do interior ainda não têm cidades definidas.
Delegados novos no amazonas

As disciplinas acadêmicas que serão ministradas durante a formação fazem parte da matriz curricular da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp). Durante o curso, os candidatos aprenderão aspectos da atividade policial como tiro, condução de inquéritos e termos circunstanciados de ocorrência, entre outros conteúdos. Os delegados receberão ainda os objetos de trabalho, tais como arma, munição, colete, algema e identificação pessoal.
“Para a Polícia Civil, é de extrema importância a entradas desses novos profissionais, pois irão sanar a nossa carência de servidores. Assim a instituição poderá manter a sua política de atender, principalmente o interior do Estado, com delegados de carreira, oferecendo ao público um serviço de qualidade e que supra todas as necessidades do local”, disse o delegado geral, Josué Rocha.

Notícias Relacionadas