ECONOMIA – Barcelos com voos regulares em outubro – Conheça a tabela de novos destino da MAP para o Amazonas

ATR 72 MAP
A MAP Linhas Aéreas passa a atender cinco novos municípios do Amazonas a partir dos dias 2 e 3 de outubro. Barcelos, Coari, São Gabriel da Cachoeira, Tefé e Eirunepé. As novas rotas são fundamentais para melhorar a mobilidade social, empresarial, turística, cultural e humanitária desses municípios, que vão se beneficiar com os serviços da mais importante empresa aérea do Norte e entre as sete maiores do Brasil.

Suas aeronaves ATR 72 e 42, com capacidade para 66 e 44 passageiros, respectivamente, são ideais para a região, por terem a capacidade de decolar e pousar em pistas curtas e médias com total segurança. A MAP, que já voa para dez destinos no Amazonas, Rondônia e Pará, amplia Agora suas rotas para 16 cidades.

O perfil da empresa é regional, nacional e internacional, porque passageiros da região, bem como de São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Estados Unidos, Europa, Ásia, entre outros continentes, costumam voar em suas aeronaves.

Atender o interior dos principais Estados do Norte de maneira ampla, representa chegar em lugares com uma natureza extraordinária, onde a biodiversidade é a mais rica do planeta, como em Barcelos e São Gabriel da Cachoeira, por exemplo, na calha do Rio Negro. O mesmo pode se dizer das calhas dos rios Juruá (Eirunepé) e Médio Solimões (Coari e Tefé).

Tabela de voos regulares da MAP (Copy)

Dos cinco novos destinos, quatro não tinham voos regionais com periodicidade (Coari, Barcelos, São Gabriel da Cachoeira e Eirunepé), agora tem, e vão dar um salto de qualidade de vida com a MAP, uma empresa que se preocupa com a população do interior da Amazônia em escala global.

O presidente da MAP, Marcos Pacheco, comandante que conhece a Amazônia como poucos profissionais da aviação, pensa a região como destino fundamental do turismo nacional e mundial, mas também como um lugar onde a população local merece ser atendida com respeito e segurança pela aviação regional.

Na mesma direção e à frente da Diretoria Executiva da MAP, Marcos Fernandes Pacheco, tem trabalhado para ampliar novas rotas na região, que conta com 25 milhões de habitantes e é detentora da maior floresta tropical do planeta, com todos seus atrativos.