Vereadores de Barcelos vão a ALEM pedir ajuda para resolver despejo de quase 700 famílias que ocuparam área pública

Vereadores de Barcelos vão a ALEM pedir ajuda para resolver despejo de quase 700 famílias que ocuparam área pública
Avalie este post
VEREADORES-DE-BARCELOS CONFLITO AERONAUTICA
Vereadores reclamam da decisão de retirada de pessoas da área, cuja titularidade é requerida pela Aeronáutica

A Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) recebeu na manhã desta terça-feira (3) uma comitiva de vereadores do município de Barcelos (distante 399 km em linha reta de Manaus) que veio à capital em busca de apoio político para solucionar a situação de mais de 700 famílias do município, atingidas por uma decisão da Justiça Federal. Proferida no último dia 18 de fevereiro, a decisão determinou a retirada dessas pessoas da área ocupada por elas há quase 20 anos e cuja titularidade é requerida pelo Comando da Aeronáutica. A área em conflito compreende os bairros de Aparecida, Nazaré, São Francisco e Bairro da Paz.

Da tribuna da Assembleia Legislativa, durante Cessão de Tempo, o vereador João Enecy (PROS) conclamou toda a classe política amazonense a buscar uma solução para o caso, que ele disse ser uma injustiça do ponto de vista social e ressaltou o fato de que as famílias atingidas pela decisão judicial ocuparam a área em questão após receberam da prefeitura municipal documento liberando a ocupação.

“A mesma prefeitura que concedeu à Aeronáutica uma documentação dizendo que aquela área pertencia a ela, deu para cada cidadão, hoje dito invasor, um documento dizendo que ele poderia construir sua casa ali; portanto ali não há invasores e, ainda se fossem, todos estão ali de boa fé”, disse.

O vereador propôs ainda que seja criada uma comissão especial pela Assembleia Legislativa que possa assessorá-los dos pontos de vista jurídico e político. “Pra que a gente possa, juntos, procurar o caminho mais justo e mais correto na busca de uma solução pacifica pro povo de Barcelos”, concluiu.

_DSC5793 _DSC5814

 

Compartilhar: