CONHEÇA A VILA DE MOURA-AM

CONHEÇA A VILA DE MOURA-AM
5 (100%) 23 votes
vila-de-moura-em-barcelos-capa
A Vila de Moura está localizada a margem direita do Rio Negro, é uma comunidade pertencente ao município de Barcelos. Teve sua origem como aldeia indígena do Camará, mas tarde seria Caboquena, também foi conhecida por Lugar de Moreira e finalmente em 1758, foi erigida com o nome definitivo de “Lugar de Moura” pelo Ilmo. e Exmo. Sr. Francisco Xavier  de Mendonça Furtado.

Segundo o Livro Histórico Diário da Viagem Filosófica pela Capitania de São José do Rio Negro  de 1785 nas proximidades da Vila de Moura também foi o Palco da grande batalha entre a tropa do capitão João Paes do Amaral e o nosso herói maior, o grande AJURICABA.

Lugar de Moreira - Caboquena
Lugar de Moreira – Caboquena 1757
Vila de Moura em 1967
Vila de Moura em 1967
Vila de Moura em 1967
Vila de Moura em 1967
Hoje, Moura ainda é lugar de parada de vários barcos que viajam pelo Rio Negro, principalmente os que tem como destino a Cidade de Barcelos ou de Barcelos/Manaus, pois são através das embarcações que é feito o transporte de passageiros e suas mercadorias e/ou encomendas.
Em  Moura, ainda é realizado o festejo de Santa Rita de Cássia, um evento religioso que reúne algumas comunidades adjacentes, havendo torneios de futebol, baile dançante e a procissão que ocorre sempre no dia 25 de maio. A região de Moura possui uma formação geológica constituída por rochas ígneas, possui extensa ocorrência granítica, empresas fazem extrações dessas rochas, a mais conhecida é a COMARA ligada a Aeronáutica.
vila-de-moura-em-barcelos-am-7 vila-de-moura-em-barcelos-am-31
 
 DADOS DE MOURA

Localizada à margem direita do Rio Negro, Moura já foi sede da Comarca de Barcelos, da qual é atualmente integrante.

a) Limites:

  • Município de Barcelos;
  • Margem direita do Rio Negro.
  • Margem esquerda com o Rio Branco (RR)

Possui aproximadamente uma população de 818 habitantes.

Com 2°54’ de latitude S e 60°33’ de longitude W, de Grenwich.

b) Localização: 6º Sub-Região,  Rio Negro

c) Altitude: 40 m acima do nível do mar.

d) Acesso: Via Aérea (por Barcelos) e Fluvial

e) Distância

  • Em linha reta, entre Moura e Manaus, 405 km;
  •  Por via fluvial, entre Moura e Manaus, 496 km;

 Por via aérea, entre Moura (via Barcelos) e Manaus, 396 km.

Acesso:

Via aérea: Manaus – O percurso se dá a partir do Aeroclube de Manaus ou do Aeroporto Eduardinho (ao lado do Aeroporto Internacional Eduardo Gomes) – Aeroporto de Barcelos – Barcelos-AM. Apenas avião da Comara.

Via fluvial : Embarque no Porto de São Raimundo em Manaus. O transporte fluvial dispõe dois (02) meios de locomoção, o tradicional “Barco Recreio” e Lanchas a Jato

Descrição do perfil Social, Econômico e Energético da Comunidade

A Vila de Moura é atendida de forma contínua por uma Usina Termelétrica de propriedade da Empresa Eletrobrás Amazonas Energia, o combustível utilizado é o óleo diesel. A demanda de Potência é da ordem de 95 kW e atualmente o sistema de distribuição é atendido por um alimentador.

O fornecimento de bens e produtos é dependente dos transportes fluvial, que vem de Manaus.

A Vila de Moura é tipicamente extrativista e agrícola e possui grande potencial para mineração de granitos e gnaisses (Gnaisse é uma rocha de origem metamórfica, resultante da deformação de sedimentos arcósicos ou de granitos).

VEJA FOTOS DA VILA DE MOURA 2016

História Administrativa  da criação dos municípios de Barcelos, Carvoeiro e Moura)

Foi erigida em “Lugar de Moura” pelo Ilmo. e Exmo. Sr. Francisco Xavier  de Mendonça Furtado, em 1758, antes conhecida por Lugar de Moreira, em outro tempo aldeia do Camará e também foi conhecida por nome Caboquena.
Elevado à categoria de vila com a denominação de Barcelos, em 06-05-1758,  Pela lei provincial nº 388, de 16-10-1878, transferiu a sede para vila de Moura.
Pela lei nº 538, de 09-06-1881, a sede volta a denominar-se Barcelos.  Em divisão administrativa referente ano de 1911, a vila é constituído de 4 distritos:  Barcelos, Tomar, Caburis e São Joaquim.
Assim permanecendo nos quadros de apuração do recenseamento geral de 1-IX-1920.
O ato estadual nº 45, de 28-11-1930, a vila de Barcelos é extinta sendo seu território  anexado ao município de Moura.
Pelo ato estadual nº 33, de 14-09-1931, a vila é restaurada com a denominação de  Barcelos, desmembrada do município de Moura.
Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, a vila é constituído do distrito sede.  Assim permanecendo em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937.
Elevado à condição de cidade com a denominação de Barcelos, pela lei estadual nº 68, de  31-08-1938.
Pelo decreto-lei federal nº 5812, 13-09-1943, Barcelos adquiriu o território do extinto  município de Moura, como simples distrito, pois com a criação do novo território de Rio Branco o então município de Moura perde grande parte de sua área para a criação do novo Território (no território de Rio Branco foi então criado o município de Catrimani com terras do município de Moura).
Em divisão territorial datada de 1-07-1950, o município é constituído do distrito sede.  Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-07-1960.
Pela lei estadual nº 1, de 12-04-1961, desmembra do município de Barcelos os distritos de  Carvoeiro e Moura, para constituir o novo município de Carvoeiro.
Em divisão territorial datada de 31-12-1963, o município é constituído do distrito sede, sendo novamente extintos os municípios de Carvoeiro e Moura. 

Atualmente Moura é apenas um povoado de Barcelos, não tendo o status de distrito. Possui, segundo dados da FGV uma população de  818 habitantes na área.


 

Compartilhar:

Comentários