CONFIRA A TABELA DO INSS E IMPOSTO DE RENDA 2014

 

CONFIRA A TABELA DO INSS E IMPOSTO DE RENDA 2014

O Ministério da Previdência Social atualizou a tabela do INSS 2014 – teto máximo é de R$ 4.390,24

 
O INSS é o Instituto Nacional de Seguridade Social, que está ligado ao Ministério da Previdência Social. É conhecido por todos pelos descontos mensais nos salários dos trabalhadores e também pelo pagamento da aposentadoria, além do auxilio-doença e maternidade e outras funções.
 
Mas para que todos tenham direito ao beneficio quando precisarem é necessário pagar todo mês uma contribuição que varia de acordo com o salário que se recebe. Portanto, é importante saber qual alíquota do INSS incide sobre o salário do trabalhador, qual valor vai pagar mensalmente ao INSS.

TABELA INSS 2014

É através da tabela do INSS divulgada todo inicio de cada ano que o trabalhador sabe qual o percentual será descontado no salário, o desconto do INSS é feito na folha de pagamento dos segurados empregado, empregado doméstico e trabalhador avulso.
 
O valor mínimo dos benefícios pagos pelo INSS – aposentadorias, auxílio-doença, auxílio-reclusão e pensão por morte, das aposentadorias dos aeronautas e das pensões especiais pagas às vítimas da síndrome da talidomida – será de R$ 724,00. (Ministério da Previdência Social).
 
Tabela INSS 2014
 
O teto do salário-de-contribuição e do salário-de-benefício passa de R$ 4.159,00 para R$ 4.390,24.
 
Salário-Família – A cota do salário-família passa a ser de R$ 35,00 para o segurado com remuneração mensal não superior a R$ 682,50 e de R$ 24,66 para o segurado com remuneração mensal superior a R$ 682,50 e igual ou inferior a R$ 1.025,81.
 
Auxílio-reclusão – Já o auxílio-reclusão será devido aos dependentes do segurado cujo salário-de-contribuição seja igual ou inferior a R$ 1.025,81 no dia da prisão.

 TABELA DO INSS 2014 – COMPLETA

1. Segurados empregados, inclusive domésticos e trabalhadores avulsos

 
TABELA VIGENTE
Tabela de contribuição dos segurados empregado, empregado doméstico e trabalhador avulso, para pagamento de remuneração
a partir de 1º de Janeiro de 2013
Salário-de-contribuição (R$) Alíquota para fins de recolhimento
ao INSS (%)
até 1.247,70 8,00
de 1.247,71 até 2.079,50 9,00
de 2.079,51 até 4.159,00 11,00

Portaria Interministerial MPS/MF  nº 15, de 10 de janeiro de 2013

 
TABELA VIGENTE
Tabela de contribuição dos segurados contribuintes individual e facultativo
Salário-de-contribuição (R$) Alíquota para fins de recolhimento
ao INSS (%)
678,00 5,00*
678,00 11,00**
678,00 até 4.159,00 20,00

* Alíquota exclusiva do microempreendedor individual e do segurada (o) facultativo que se dedique exclusivamente ao trabalho doméstico no âmbito de sua residência. (Leia mais)

 
TABELA VIGENTE
Tabela de contribuição dos segurados empregado, empregado doméstico e trabalhador avulso, para pagamento de remuneração
a partir de 1º de Janeiro de 2012
Salário-de-contribuição (R$) Alíquota para fins de recolhimento
ao INSS (%)
até 1.174,86 8,00
de 1.174,87 até 1.958,10 9,00
de 1.958,11 até 3.916,20 11,00

Portaria  nº 02, de 06 de janeiro de 2012

2. Contribuinte individual e facultativo

 
TABELA VIGENTE
Tabela de contribuição dos segurados contribuintes individual e facultativo
Salário-de-contribuição (R$) Alíquota para fins de recolhimento
ao INSS (%)
622,00 5,00*
622,00 11,00**
622,00 até 3.916,20 20,00
* Alíquota exclusiva do microempreendedor individual e do segurada (o) facultativo que se dedique exclusivamente ao trabalho doméstico no âmbito de sua residência. (Leia mais)
Lei nº 12.470, de 31 de agosto de 2011 – DOU de 1/09/2011
** Plano Simplificado
Lei Complementar 123, de 14/12/2006

 

 
Tabela de contribuição dos segurados empregado, empregado doméstico e trabalhador avulso, para pagamento de remuneração
a partir de 1º de julho de 2011
Salário-de-contribuição (R$) Alíquota para fins de recolhimento
ao INSS (%)
até R$ 1.107,52 8,00
de 1.107,53 até 1.845,87 9,00
de 1.845,88 até 3.691,74 11,00

Portaria  nº 407, de 14 de julho de 2011

 

 

TABELA DO IMPOSTO DE RENDA 2014

Por força da Lei 12.469/2011, a tabela do IRF será alterada em 01.01.2014. Veja os novos valores a vigorar a partir daquela data:

Dedução por dependente: R$ 179,71 (cento e setenta e nove reais e setenta e um centavos).

Base de Cálculo (R$)

Alíquota (%)

Parcela a Deduzir do IR (R$)

Até 1.787,77

De 1.787,78 até 2.679,29

7,5

134,08

De 2.679,30 até 3.572,43

15

335,03

De 3.572,44 até 4.463,81

22,5

602,96

Acima de 4.463,81

27,5

826,15

 

 

Notícias Relacionadas