Mais de 500 são convocados na 7ª chamada do concurso público da Susam de 2014

Mais de 500 são convocados na 7ª chamada do concurso público da Susam de 2014
5 (100%) 7 votes

A lista de 7ª chamada do concurso público de 2014 da Secretaria de Estado de Saúde (Susam) foi publicada no Diário Oficial de quarta-feira (16). Ao todo, 538 classificados foram convocados. Cerca de 1,5 mil ainda esperam por convocação no certame, que tem vigência até 2019.

A Susam enviou para publicação no DOE o Edital de chamada informando como os candidatos devem proceder para a posse. Os convocados deverão agendar entre 1º e 20 de junho a Perícia Médica na Junta Médica do Estado e comparecer na data agendada no endereço indicado para a entrega dos exames.

Os nomes são para os cargos de assistente social, enfermeiro, farmacêutico, médico graduado, mastologista, psiquiatra, nutricionista, psicólogo, além de cargos para técnicos e outros de nível médio.

A convocação abrange aprovados da capital e do interior, das cidades de Carauari, Careiro Castanho, Eirunepé, Itacoatiara, Manicoré, Nhamundá, Novo Airão, Novo Aripuanã, Santa Isabel do Rio Negro, Tabatinga e Urucará.

De acordo com o secretário estadual de Saúde, Francisco Deodato, os convocados irão substituir mão-de-obra terceirizada, seguindo orientações do Ministério Publico Estadual (MPE) e do Tribunal de Contas do Estado (TCE).

São cinco empresas com dez contratos que a Susam está encerrando, na área de enfermagem e afins. Os convocados também vão ocupar vagas nas unidades que serão inauguradas no interior – Hospital do Careiro Castanho, UPA de Itacoatiara e SPA/Maternidade do Distrito de Santo Antônio do Matupi, em Manicoré. Além disso, vão ocupar postos nas unidades que eram administradas pelo Instituto Novos Caminhos, especificamente a UPA Maternidade Celina Villacrez, de Tabatinga, e Centro de Reabilitação de Dependentes Químicos.

O secretário Francisco Deodato adiantou, também, que uma nova chamada já está sendo preparada para atender as necessidades e prioridades do órgão.

Fonte: G1 Amazonas

Notícias Relacionadas

Compartilhar: